Jeito de Falar – Orson Peter Carrara

O escritor Rubem Alves (www.rubemalves.com.br) publicou no Correio Popular, de Campinas, caderno C, página C-2, de 18 de julho de 2004, uma bela crônica intitulada O que é que você faria? Considerei-a muito oportuna. Embora longa (quase uma página), destaco ao leitor o teor principal. Ele traz uma estória no artigo e usa um exemplo médico, desculpando-se pela comparação, para citar como é importante a maneira de dizer as coisas ou se quisermos, como dizemos e a quem. Pois esta maneira pode destruir vidas e sonhos.


A história citada pelo escritor comenta o relacionamento de um casal que muito se ama. Ela desenvolveu um câncer no seio e teve que extraí-lo, mas isso não abalou o relacionamento do casal, apesar das dores e aflições. Em cinco anos, o outro seio também foi afetado, mas o bom e amigo médico que antes a atendera já havia morrido.

Procuraram outro médico, mas este, completamente insensível às dores do casal e especialmente da mulher, ao vê-la sem um seio, já exclamou friamente: “Mas a senhora já não tem um seio… Seu caso é muito mais grave do que eu imaginava”.

E o escritor, comentando a própria estória, colocou em seu texto: “Fico a me perguntar. Por que é que ele falou o que falou? Não falou para informar mulher e marido de uma coisa que não soubessem. Eles sabiam que ela não tinha um seio. Também não falou para certificar-se de algo que estava vendo, mas não via bem, por ser ruim dos olhos, pois ele enxergava muito bem. E qual a razão do seu frio, imediato e cruel diagnóstico. Para que falou isso? Era necessário? Não, não era necessário. Seu diagnóstico em nada contribuiu para o tratamento daquela mulher. Ou será que ele falou assim por inocência? Não imaginava o veneno que suas palavras carregavam? Não imaginava o efeito de suas palavras sobre aquela mulher despida, sem um seio, humilhada, amedrontada. Se falou por inocência digo que o dito médico só pode ser um idiota que nada conhece sobre os seres humanos.”
E continua: “Crueldade não é algo que somente existe nas câmaras de tortura. Ela se faz também com palavras. Há palavras cruéis que apagam a tênue chama da esperança. (…)” E pergunta em seguida: “(…) qual é o lugar, nos currículos de medicina, onde tanta coisa complicada se ensina, para uma meditação sobre a compaixão? É na compaixão que a ética se inicia e não nos livros de ética médica. Ah! Dirão os responsáveis pelos currículos – compaixão não é coisa científica. Não entra na descrição dos casos clínicos. Não pode ser comunicada em congressos. Portanto, não tem dignidade acadêmica. Certo. Mas acontece que não somos automóveis a serem consertados por mecânicos competentes. Somos seres humanos. Amamos a vida, queremos viver. Sofremos de dores físicas e de dores da alma: o medo, a solidão, a impotência, a morte. O que esse médico fez não tem conserto. Uma vez feito a ferida sangra. Palavras não podem ser recolhidas. O sofrimento foi plantado.(…)”
E como indagou o autor em seu texto, deixo a pergunta para nós mesmos: o que é que faríamos na mesma situação? Claro que não especificamente como médico, pois o exemplo se aplica a qualquer outra ocorrência de relacionamentos humanos.

A situação traz à lembrança o capítulo X de O Evangelho Segundo o Espiritismo, intitulado Bem-aventurados os misericordiosos. No subtítulo O argueiro e a trave no olho, em lúcido texto, pondera o Codificador: “Um dos defeitos da Humanidade é ver o mal de outrem antes de ver o que está em nós. (…) Que pensaria eu se viesse alguém fazendo o que faço? Incontestavelmente é o orgulho que leva o homem a se dissimular os próprios defeitos, tanto ao moral como ao físico. Esse defeito é essencialmente contrário à caridade, porque a verdadeira caridade é modesta, simples e indulgente (…). Se o orgulho é o pai de muitos vícios, é também a negação de muitas virtudes; encontramo-lo no fundo e como móvel de quase todas as ações (…)”.

Nessa última palavra, podemos enquadrar as situações do exemplo acima, na questão médica e que pode ser transferida para qualquer outra situação, onde nos permitimos desprezar, discriminar, maltratar com palavras ou acentuar o sofrimento de alguém com nossa maneira de dizer…

Afinal, nada justifica a crueldade, ainda que em palavras.

Exibições: 331

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Desde que o mundo é mundo o homem busca, por meio das previsões, antecipar-se…

Reflexões sobre ações e críticas

            Você já se perguntou o que é a verdade? Jesus ao ser indagado por P Pilatos, na descrição do Evangelho segundo João, capítulo XVIII, respondeu com o maior silêncio que a humanidade já ouviu. Tenho me perguntado por que Ele adotou tal postura?   

            Neste…

Espiritualidade em comportamento de crise (por Jane Maiolo)

Espiritualidade em comportamento de crise

Por Jane Maiolo

 

Então disseram os fariseus entre si: vede que nada é proveitoso! Eis…

Últimas atividades

JORGE RAMOS respondeu à discussão O que aconteceu com a diversidade das mediunidades nas reuniões mediúnicas espíritas? de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"  Reflitamos essas colocações acerca da pouca atenção que as Casas Espíritas dispensam à diversidade das expressões da mediunidade na perspectiva dos médiuns novatos; o quão lhes…"
18 minutos atrás
JORGE RAMOS entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Artigos Espíritas

Grupo destinado a divulgação de ARTIGOS da DOUTRINA ESPÍRITA através dos nossos articulistas. Não são aceitas postagens de trechos de livros e outros textos.."Material postado nessa pagina tem autorização de seus autores para publicação na REDE AMIGO ESPÍRITA, a reprodução total ou parcial dos dados aqui publicados em outros veículos de mídia podem ser interpretados como violação de direitos autorais, e seus autores agirem conforme informa a lei"Ver mais...
18 minutos atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Inteligência & moralidade de Feeak Minas
4 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Inteligência & moralidade de Feeak Minas
4 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Bom Samaritano - Palestra de Rafael Papa assista pelo youtube https://t.co/d5FIqbnczG https://t.co/jqLRiVKs62
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
O Divórcio - Palestra de Egle Henrique assista pelo youtube https://t.co/pHNGpXlCbs https://t.co/7or0f1Ezms
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos. de Wellington Balbo
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
“Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp assista pelo youtube https://t.co/JcNUNsOgU3 https://t.co/fYhXaLvLqE
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra com Vinicius Lara (CEFA-Rio Preto) assista pelo youtube https://t.co/l31R6rSArT https://t.co/B0hpqnuQIA
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra "Cairbar Schutel" - Cássio Carrara e David Liesenberg assista pelo youtube https://t.co/mXkBB9LTW9 https://t.co/zr7fsQyU08
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilEmillay Lima Pimentel, joseli caldas terra e Juliana da Costa Siqueira Serran entraram em RAE
8 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
17 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
17 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

21 julho 2019 de 9 a 10:15
“Eu encontrando Eu mesmo”, este será o tema da palestra do odontólogo e orador Dr. Virgilio Knupp de Colatina-ES, será no próximo domingo 21 de julho de 2019, de 09 às 10h da manhã, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Dr. Virgilio é um dos fundadores e está como presidente da SCEE. Ele faz abordagens didáticas baseadas em estudos de O Livro dos Espíritos e O…Ver mais...
17 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Colocar a vida em ordem: inadiável tarefa espiritual - Oscar de Lira assista pelo youtube https://t.co/dCLIynb8Qr https://t.co/UvkfDZOUy1
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Colocar a vida em ordem: inadiável tarefa espiritual - Oscar de Lira assista pelo youtube https://t.co/dCLIynb8Qr https://t.co/5JmyP8Lg0l
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Colocar a vida em ordem: inadiável tarefa espiritual - Oscar de Lira assista pelo youtube https://t.co/dCLIynb8Qr https://t.co/oYOsCNLuK5
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Colocar a vida em ordem: inadiável tarefa espiritual - Oscar de Lira assista pelo youtube https://t.co/dCLIynb8Qr https://t.co/WrEv0GmL3l
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
luis conforti junior respondeu à discussão "QUANDO NÃO APRENDE ATRAVÉS DO AMOR, APRENDE-SE ATRAVÉS DA DOR" de rosyres mendes
"Já encontrei e acabo de publicar um tópico relativo ao q estamos falando, isto é, q Jesus e Paulo disseram q não existe livre-arbítrio, q não são as obras q nos salvam e q e os pensamentos não…"
21 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Seminário Transição Planetária (Parte 3) com Anete Guimarães assista pelo youtube https://t.co/fy6NnE49PA https://t.co/RDKCwy96oZ
Twitter21 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço