JOSÉ HERCULANO PIRES FALA SOBRE O PASSE ESPÍRITA

O passe espírita é simplesmente a imposição das mãos, usada e ensinada por Jesus como se vê nos Evangelhos. Origina-se das práticas de cura do Cristianismo primitivo. Sua fonte humana e divina são as mãos de Jesus. Mas há um passado histórico que não podemos esquecer. Desde as origens da vida humana na terra encontramos os ritos de aplicação dos passes, não raro acompanhados de rituais, como sopro, a fricção das mãos, a aplicação de saliva e até mesmo (resíduo do rito do barro), a mistura de saliva e terra para aplicação no doente. No próprio Evangelho vemos a descrição da cura de um cego por Jesus usando essa mistura. Mas Jesus agiu sempre, em seus atos e em suas práticas, de maneira que essas descrições, feitas entre quarenta e oitenta anos após a sua morte, podem ser apenas influência de costumes religiosos da época. Todo o seu ensino visava afastar os homens das superstições vigentes no tempo.
Essas incoerências históricas, como advertiu Kardec, não podem provir dele, mas dos evangelistas; caso contrário, Jesus teria procedido de maneira incoerente no tocante aos seus ensinos e seus exemplos, o que seria absurdo.
O passe espírita não comporta as encenações e gesticulações em que hoje se envolveram alguns teóricos improvisados, geralmente ligados a antigas correntes espiritualistas de origem mágica ou feiticista. Todo o poder e toda a eficácia do passe espírita dependem do espírito e não da matéria, da assistência espiritual do médium passista e não dele mesmo. Os passes padronizados e classificados derivam de teorias e práticas mesméricas, magnéticas e hipnóticas, de um passado já há muito superado. Os espíritos realmente elevados não aprovam nem ensinam essas coisas, mas a prece e a imposição das mãos. Toda a beleza espiritual do passe espírita, que provém da fé racional no poder espiritual, desaparece ante as ginásticas pretensiosas e ridículas gesticulações.
As encenações preparatórias: mãos erguidas ao alto e abertas, para suposta captação de fluidos pelo passista, mãos abertas sobre os joelhos, pelo paciente, para melhor assimilação fluídica, braços e pernas descruzados para não impedir a livre passagem dos fluidos, e assim por diante, só serve para ridicularizar o passe, o passista e o paciente. A formação das chamadas pilhas mediúnicas, com o ajuntamento de médiuns em torno do paciente, as correntes de mãos dadas ou de dedos se tocando sobre a mesa – condenadas por Kardec – nada mais são do que resíduos do mesmerismo do século passado, inúteis, supersticiosos e ridicularizantes.
Todas essas tolices decorrem essencialmente do apego humano às formas de atividades materiais. Julgamo-nos capazes de fazer o que não nos cabe fazer. Queremos dirigir, orientar os fluidos espirituais como se fossem correntes elétricas e manipulá-los como se a sua aplicação dependesse de nós. O passista espírita consciente, conhecedor da doutrina e suficientemente humilde para compreender que ele pouco sabe a respeito dos fluidos espirituais – e o que pensa saber é simples pretensão orgulhosa – limita-se à função mediúnica de intermediário. Se pede a assistência dos Espíritos, com que direito se coloca depois no lugar deles? Muitas vezes os Espíritos recomendam que não se façam movimentos com as mãos e os braços para não atrapalhar os passes. Ou confiamos na ação dos Espíritos ou não confiamos, e neste caso é melhor não os incomodarmos com os nossos pedidos.
O passe espírita é prece, concentração e doação. Quem reconhece que não pode dar de si mesmo, suplica a doação dos Espíritos. São eles que socorrem aqueles por quem pedimos, não nós, que em tudo dependemos da assistência espiritual.

 

José Herculano Pires
Do livro: Obsessão - o Passe – a Doutrinação

Exibições: 579

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

Comentário de Victor Manuel Pereira de Passos em 7 março 2018 às 7:55

Ola muita paz e harmonia

Sinceramente das duas uma , ou Irmão Herculano, é super, ou tem a razão na sua visão fixa.O elitismo Espirita, tem chamado a si a ortodoxia das ações.

Saberá por acaso o que era Kardec?Onde ele vivenciou seu trabalho?

Vejam a Genese, a Revista Espirita e o Livro dos Espiritos.

Acho interessante Espiritas de renomeada, falarem desta forma contra o Magnetismo, quando o Druida era um e assim reconheceu a sua importãncia. Acaso não existem resultados?

O Irmão diz: "Mas Jesus agiu sempre, em seus atos e em suas práticas, de maneira que essas descrições, feitas entre quarenta e oitenta anos após a sua morte, podem ser apenas influência de costumes religiosos da época."

Enntão a mensagem de Jesus de mais de 2000 anos também está dilacerada, porque mesmo nós sendo Espiritas, não somos donos da verdade, nem temos na nossa indumentaria exclusividade de espiritos evoluidos?

Será que as pessoas esquecem que o acaso não existe e toda a Obra em nome de Jesus se faz presente pela ajuda Espiritual, ou será que só estes periplos viajantes da falta de humildade acham que o espiritismo é o unico meio de aproximação ao amor, ao abraço da razão e bom senso.

Interessante verificar, " quando diz;  "O passista espírita consciente, conhecedor da doutrina e suficientemente humilde para compreender que ele pouco sabe a respeito dos fluidos espirituais – e o que pensa saber é simples pretensão orgulhosa – limita-se à função mediúnica de intermediário. Se pede a assistência dos Espíritos, com que direito se coloca depois no lugar deles? Muitas vezes os Espíritos recomendam que não se façam movimentos com as mãos e os braços para não atrapalhar os passes". Será que os Espiritos que assistem este Irmão são diferentes dos que apoiam os mais humildes?????

Penso que esta exoberância de critica pouco benfazeja, seja o cunho daqueles que acham que a Doutrina espirita é deles, lamento ler isto, pois tinha este Irmão como sensivel à humildade, e afinal é mais um que se junta aos periplos da grandeza elitica .

reparem que não discordo de tudo que é afirmado, no entanto quando fala de magnetismo, Leia a genese e veja na revista espirita se Kardec, é contra o magnetismo...!? Concerteza as palestras cantadas ao som dos que nada levam de apoio e precisam, sejam aquelas que a petulância da critica borrulenta, se faz presente.É isto que me entristece , convido-o a ver o seu Amigo periplo Divaldo Franco a fazer ou seja a ensinar a dar o passe????

Os Espiritas não são donos da verdade absoluta e é isso que cria o distanciamento ao qual ninguém quer.

Os acham que tudo sabem, mas não concorrem para a paz e sim para a discordia, é isto que se chama humildade?!

Deixo aqui um artigo do Jornal Vortice que pode ajudar a esclarecer um pouco;

 Não terá sido apenas casualidade o fato de Allan Kardec ter-se especializado e praticado o magnetismo ao longo de 35 anos, assim como não pode ser visto como ocasional ou extemporâneo o fato dos Espíritos, na Codificação e em todas obras publicadas sob a responsabilidade do mesmo Kardec, falarem, comentarem, sugerirem o estudo e apresentarem o embasamento de muitos fatos tendo por base a ciência magnética.


Muito embora seja, em si mesma, uma ciência independente, o Magnetismo está interligado ao Espiritismo de uma forma tão indissociável que, usando as palavras de Kardec, uma estará incompleta sem a outra. A despeito disso, os espíritas, em sua maioria, parecem não se dar conta dessa verdade insofismável, o que é lamentável.


O tato magnético mais não é do que a capacidade (que alguns possuem e outros – uma grande maioria – podem desenvolver) de sentir, perceber, registrar e até diagnosticar o que um paciente está sentindo, onde ou do que está acometido. Mas, dizem alguns, que nos livros básicos do Espiritismo não se fala do tato magnético. É verdade, pelo menos nessa grafia, não fala mesmo. Mas... que tal relermos pelo menos isso que está registrado em O Livro dos Espíritos (“Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista”, no item 455)?


“A emancipação da alma se verifica às vezes no estado de vigília e produz o fenômeno conhecido pelo nome de  segunda vista ou dupla vista, que é a faculdade graças à qual quem a possui vê, ouve e sente além dos limites dos sentidos humanos.


Percebe o que exista até onde estende a alma a sua ação. Vê, por assim dizer, através da vista ordinária, e como por uma espécie de miragem”... (grifos originais)... “O poder da vista dupla varia, indo desde a sensação confusa até a percepção clara  e nítida das coisas presentes ou ausentes. Quando rudimentar, confere a certas pessoas o tato, a perspicácia, uma certa segurança nos atos, a que se pode dar o qualificativo de precisão de golpe de vista moral. Um pouco desenvolvida, desperta os pressentimentos. Mais desenvolvida mostra os acontecimentos que deram ou estão para dar-se”. (grifos originais)


Tranquilamente posso assegurar que o que chamamos e conhecemos como tato magnético nada mais é do que uma das variantes do fenômeno chamado dupla vista. Afinal, o tato magnético nos permite uma  percepção além dos limites dos sentidos humanos e, nalguns, confere o tato, a perspicácia, uma certa segurança.


Mas, como a justificar o fato de Kardec não ter sido muito explícito nesta, como em outras questões do Magnetismo, recordemos aqui o que ele anotou em um dos seus mais brilhantes artigos acerca do Magnetismo e o Espiritismo: “Dos fenômenos magnéticos, do sonambulismo e do êxtase às manifestações espíritas há apenas um passo; sua conexão é tal que, por assim dizer, é impossível falar de um sem falar do outro. Se tivermos que ficar fora da ciência do Magnetismo, nosso quadro ficará incompleto poderemos ser comparados a um professor de  Física que se abstivesse de falar da luz. Contudo,  como o Magnetismo já possui entre nós órgãos  especiais justamente acreditados, seria supérfluo insistirmos sobre um assunto tratado com  superioridade de talento e de experiência. A ele (o Magnetismo) não nos referiremos, pois, senão  acessoriamente, mas de maneira suficiente para  mostrar as relações íntimas das duas Ciências que,  na verdade, não passam de uma”. (grifei) – (In:  Revista Espírita, edição março-1858, artigo  “Magnetismo e Espiritismo).


Além da ligação direta do Magnetismo com o Espiritismo, também dá base ao conhecimento do tato magnético, a sua existência inclusive, muitas vezes, à revelia de muitos possuidores dessa preciosa leitura fluídica ou energética.E será viável se desenvolver o tato magnético? 

Voltemos a Allan Kardec, novamente em O Livro dos Espíritos, questão 450:. 
A dupla vista é suscetível de desenvolver-se pelo exercício?

“Sim, do trabalho sempre resulta o progresso e a dissipação do véu que encobre as coisas.”

  1. a) - Esta faculdade tem qualquer ligação com a organização física?

“Incontestavelmente, o organismo influi para a sua existência. Há organismos que lhe são refratários.”


E completemos essas respostas com o que ele anotou em A Gênese, Cap. 14, item 22: “É nas propriedades e nas irradiações do fluido perispirítico que se tem de procurar a causa da dupla vista, ou vista espiritual, a que também se pode chamar vista psíquica, da qual muitas pessoas são dotadas, frequentemente a seu mau grado, assim como da vista sonambúlica”.

Portanto, é perfeitamente possível o desenvolvimento dessa prática, e aqui trago o que há de mais simples nesse exercício.


Como nem todos magnetizadores trazem o tato magnético desenvolvido espontaneamente, muitas vezes é preciso treiná-lo, dar-lhe precisão. Os exercícios costumam se dar pela aproximação, lenta e gradual, da ou das mãos do magnetizador em direção ao magnetizado, oportunidade em que o magnetizador deve estar bastante atento para a infinidade de sensações que poderão ocorrer enquanto “tateia” – quase sempre sem toque físico – os campos magnéticos do magnetizado.


Obviamente que haverá necessidade de confrontação entre o que ele percebe e o que o paciente sente, pois dessa forma, ele vai se assenhoreando do que cada percepção psico-tátil vai lhe dizendo. Tomemos, por exemplo, um paciente com câncer numa mama. Independente do magnetizador saber disso ou não, ele sentirá, quando passar a ou as mãos por aquela região, algo gerando uma sensação, um tipo de registro não comum aos demais, em relação àquele paciente. Quando confrontar as informações ele saberá que aquele registro provavelmente estará referindo ao câncer. À medida que ele vai reproduzindo esse procedimento com outros pacientes e obtendo os resultados do que vem registrando, adquirirá uma segurança sempre crescente, de forma que, depois de uma boa prática, terá bastante segurança dos diagnósticos que virá a fazer.


Importa distinguir, entretanto, que alguns magnetizadores possuem o que se chama tato magnético natural, também conhecido como empatia fluídica ou apenas como dupla vista dirigida à saúde. Nesses casos, costumam os possuidores dessa variante do tato magnético sentirem em si mesmos, todos os sintomas que o paciente está sentindo ou portando no momento em que é estabelecida relação magnética entre ambos.


Num primeiro momento, os exercícios costumam ser menos precisos; percebem-se regiões grandes, pouco específicas e com diagnósticos um tanto quanto superficiais. No caminhar dos exercícios, essa percepção vai-se refinando, até chegar ao ponto de se ter perfeito registro tanto de campos densos como daqueles por demais sutis, tais quais nadis, pequenos concentrados fluídicos em determinadas regiões do perispírito, doenças ainda não detectadas por aparelhos clínicos ou, ainda, crisálidas de futuros focos, verdadeiros estados latentes de desarmonias em processo de somatização.


Por fim, estando a prática feliz do magnetismo totalmente consorciada à Vontade do  magnetizador, não se desenvolverá o tato  magnético se não houver um desejo forte, vigoroso e sincero de se chegar ao ponto que se busca,  empregando os meios ao alcance e entregando-se sem parcimônia aos exercícios que levarão ao ápice  do desenvolvimento.

 

Jornal Vórtice ANO II, n.º 09, fevereiro/2010 

Espiritas amem-se, sejam humildes e resepitem todas as ideologias, não criem algemas onde elas não existem..com provas vivas .

abraço fraterno

Com todo respeito pelo labor do Amor e Causa Espirita, não me faço dono da verdade, tomara que todos a soubessemos....

bem.hajam Irmãos

Victor Passos

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

maria da Glória Lisboa comentou o grupo Estudando o Livro dos Espíritos de Nelson Peixoto de Souza Filho
1 hora atrás
maria da Glória Lisboa entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/9oYiIusw94
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
2 horas atrás
Ícone do perfilGlayson Luiz, MARIA APARECIDA ABREU, RENATO SEVESTRIN RECHE e mais 5 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
2 horas atrás
Maria Lúcia alves curtiram o perfil de Carlos Pretti - SCEE
2 horas atrás
Eliane de Araujo Linhares compartilhou um perfil em Facebook
3 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/R6ua2PoygB
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Antídoto à Obsessão”, com Alisson Guedes Pessoa ao vivo pela Rede Amigo Espírita de Carlos Pretti - SCEE
5 horas atrás
Antonio Carlos Navarro curtiram a discussão A queda maior é saber e não fazer - Reflexões sobre a consciência espírita de Feeak Minas
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/rRLel66Tf2
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/Lb2E8Kk1HJábola dos Talentos - Vinícius Lara - 8º Parábolas de Jesus
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/w9rPA92qNE #3 - 188º Estudando a Mediunidade com André Sobreiro
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/r7Y0YpV8rT poder e os poderosos - (115) Apocalipse - Carlos Alberto Braga e
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Licantropia #3 - 188º Estudando a Mediunidade com André Sobreiro: https://t.co/dqVT3PNoMn via @YouTube
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
KELLEN FLÁVIA PINTO BARBOSA curtiram o perfil de KELLEN FLÁVIA PINTO BARBOSA
10 horas atrás
Zilma Castro curtiram o perfil de Zilma Castro
11 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Destruição e miséria." : https://t.co/TMWteapsNN
Twitter11 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
12 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
EM OUTRO PLANETA" : https://t.co/MN3gjtKnNU
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço