Este ato de “falar mal” de alguém é bem descrito no Evangelho Segundo O Espiritismo como sendo um dos motivos de nos macularmos, ou seja, nos mancharmos com vibrações más (Cap. 8, item 8).

É o que sai de impuro da boca do homem que o torna distante de Deus, pois o que sai da boca primeiro preencheu a mente, e uma mente doente traz amarguras para o corpo e a alma do indivíduo.

O benfeitor Emmanuel nos recorda no livro “Fonte Viva” de que falar mal dos outros é render homenagem aos instintos inferiores, e renunciar ao título de cooperadores de Deus, por ser crítico de suas obras (Cap. 151 – Maledicência).

Reparem bem nisso: falar (mal) dos outros nos distancia de Deus!

E é bem comum justificarmos nossas insatisfações com as falhas alheias: “Só digo a verdade”, ou “não consigo ver coisa errada e ficar quieto”.

Aparentemente isso nos coloca em posição quase que de defensores da justiça, do que é correto e bom. Ledo engano…

A doutrina espírita é clara em nos orientar sempre a buscarmos soluções, e não apontamentos estéreis. Quando estamos falando mal de alguém, não estamos em busca de soluções, mas sim, de denegrir o outro, e isso nos torna cruéis, por que não damos a chance de que o outro se justifique ou se defenda da acusação que fazemos e, tampouco, estamos verdadeiramente interessados em ajudar-lhe a resolver o imbróglio.

E peço licença pra ir além: pode-se considerar até covardia falar de alguém pelas costas, já que se o outro estivesse pessoalmente, não teríamos a mesma audácia nos comentários.

Quando ingerimos este tóxico chamado maledicência vamos programando pra nós um envenenamento que nos leva à ruína.

Ficamos permeados com estas energias de péssima qualidade, e nos habilitamos (mesmo a contragosto) a experimentarmos dissabores dos mais diversos:

Enfermidades no corpo físico, insatisfações, inquietações, desamor e distanciamento dos que nos observam nesta prática infeliz.

“Quando Pedro fala de João, sei mais de Pedro do que de João”, é uma grande realidade. Os amigos se afastam, pois percebem nossa língua afiada e não desejam serem os próximos “alvos” de nossas flechadas verbais.

Sejamos prudentes e próximos das energias saudáveis que os bons espíritos querem nos inspirar. Lembremo-nos do apontamento feito pelo Mestre Jesus, quando orientou que “quem não tiver pecado, atire a primeira pedra”.

É sempre mais feliz aquele que pelo menos tenta se livrar deste mal que nos toma grande parte de um bem muito preciso: o tempo.

Utilizemos ele para nosso crescimento, auxiliando nossos irmãos, compreendendo as suas limitações e procurando pelo menos não atrapalhá-los com nossas infelizes observações, que muitas vezes estão equivocadas quando à verdade dos fatos. Não sabemos o que levou o outro a agir daquela maneira que nos induz a recriminá-lo.

O antídoto para a maledicência, para quem ainda está saindo dela: o silêncio, ser o ponto final de toda e qualquer inoportuna avaliação.

E para quem já tem boa capacidade observadora das falhas alheias, e já não mais cai na armadilha da maledicência, o caminho a ser seguido é do auxílio, procurando encontrar soluções que ajudem o outro a não mais cometer tais falhas.

Abençoemos a todos, para o bem deles e da organização em que estamos todos inseridos e para que a nossa paz de espírito se faça presente.

Oceander Veschi

Exibições: 129

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Um tempo atrás, quando saía do centro espírita, um senhor me abordou para narrar curioso fato.

Aspas pra…

Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas?

Pode ser que ao ler o título deste texto você imagine que se trata de uma espécie de censura ou proibição a alguma ideia veiculada no centro espírita. Por isso, faço o convite para que prossiga na leitura, pois, adianto, não se trata de censura ou proibição de qualquer…

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Últimas atividades

Joao Iudes Nodari curtiram a discussão O Homem que fizer estas coisas viverás por elas - Estudo (67) Cartas de Paulo de Feeak Minas
3 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de luciane Duarte de souza
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de André M
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Alberto Neto
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de André Psicologo
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Evelyn Lima de Sousa
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Fernanda M. A. Sequeira
ontem
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Allan Kardec e John Huss - personalidades do mesmo Espírito de Feeak Minas
ontem
Joao Iudes Nodari curtiu a postagem no blog PAPEL DEL ESPIRITISMO EN EL FUTURO DEL MUNDO (nueva conferencia) de MERCEDES CRUZ REYES
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Procura-se urgentemente quem ouça. E ouça com atenção!

Este seria um cartaz que procura ansiosamente pessoas dispostas a doar sua atenção à quem precise desabafar.Espero que ele nunca seja divulgado, espero mesmo que nunca precisemos chegar a este ponto.Mas o fato é que realmente estamos carecendo de quem possa doar um pouquinho mais de seus ouvidos.Isso é caridade pura.Disse Allan Kardec que “Fora da caridade não há salvação”, e…Ver mais...
terça-feira
Auera do Rosario Neves curtiram o evento “Alegria de Viver”, com Valmia Ferrari de Carlos Pretti - SCEE
terça-feira
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog No Umbral de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Não podemos sequer começar uma investigação a partir de prova ilícita”. O desembargador Victor Laus, presidente do…"
domingo
Ícone do perfilluciane Duarte de souza, André M, Alberto Neto e mais 3 pessoas entraram em RAE
domingo
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Fé em meio à Novela

Até gostei do início de uma das novelas de determinado canal aberto de TV. Narrou sobre troca de exames de análise clínica de pacientes, coisa comum de acontecer, sendo que um dos diagnósticos demonstra estado grave de saúde, que não sendo tratado imediatamente pode ensejar o óbito do doente.Também mostra que a rede pública…Ver mais...
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Suicídio. Quando ... de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"QUE TAL SAIR POR AÍ SEMEANDO ESPERANÇA?   Título questão convite espírita (1). O Centro Espírita poderia formar um grupo pequeno, cinco pessoas, para elaborar um projeto para divulgar o Espiritismo aos…"
sábado
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Somos Responsáveis de PATRIZIA GARDONA
13 Set
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Alegria de Viver”, com Valmia Ferrari de Carlos Pretti - SCEE
13 Set
Conceição Valadares curtiram o evento “Alegria de Viver”, com Valmia Ferrari de Carlos Pretti - SCEE
13 Set

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço