Pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.

Paulo

Há pessoas que precisam da doença?

Infelizmente sim!

A Síndrome de Münchhausen é uma doença psiquiátrica em que o paciente, de forma convulsiva, deliberada e contínua, causa, provoca ou simula sintomas de doenças, sem outro objetivo senão o de obter atenção e cuidados médicos. Diferencia-se da hipocondria, em que o paciente acredita ter a doença. O portador de Münchhausen provoca a doença.

André Luiz, em seu livro Nos Domínios da Mediunidade, refere-se especificamente a essa situação, ensinando-nos que milhares de pessoas são assim. Elas apresentam sintomas de doenças de etiologias diversas e a elas se apegam e se adaptam, porque se sentem mais seguras e acomodadas.

Reclamam aos quatro cantos da moléstia de que se fazem portadoras. No entanto, se essas doenças lhes são subtraídas, sentem-se vazias e padecentes, voltando a apresentar sintomas e impressões que evocam essas enfermidades. Precisam cultivar a posição de vítimas, na qual se comprazem.

***

A esse respeito, a título de ilustração, quero lhes trazer, resumidamente, um curioso diálogo que extraí de vídeo de autoria de Fábio de Luca, dos formidáveis meninos do Humor e Espiritismo, denominado O Entrega Dor.

Um entregador, abarrotado de caixas, toca a campainha de um apartamento:

— Oi — diz o proprietário.

 Oi, o senhor é Samuel Teixeira Rodrigues? — diz o entregador, quase não suportando o peso das encomendas.

Encomenda para o senhor.

 Deve estar havendo algum engano, eu não fiz nenhum pedido.

Pegando a relação de encomendas, Samuel começa a ler:

 Dificuldade, problema, infortúnio, dor…. Eu não pedi nada disso. Você acha que estou maluco de pedir essas coisas ruins?

— Meu irmão! Não há nada de errado aqui não. Você conhece a lei de causa e efeito? Você encomenda problema, quando causa problema. Sua encomenda chegou!

— Mas, eu não quero esses troços aqui não…

— Então pare de culpar os outros e encomende coisas melhores.

— Mas, como é que faço isso?

— Tendo bons pensamentos. Se você só pensa em rancor, ódio e tristeza, o que você acha que vai bater na sua porta?

— Tudo bem. A partir de agora vou ter pensamentos mais saudáveis, praticar boas ações, enfim, vou me controlar mais…

— Ok, assim você receberá coisas boas. Mas, isto aqui, meu irmão, já estava encomendado, é tudo seu.

Cena seguinte, o entregador deixa todos os bagulhos na porta de Samuel e vai embora.

***

Como superar esses desequilíbrios?

Responde André Luiz:

Dores maiores são chamadas a funcionar sobre as dores menores, com objetivo de acordar almas viciadas.

***

Não te detenhas em demasia sobre mágoas, doenças, pesadelos, profecias temerárias e impressões infelizes. Não é preciso atravessar a sombra do túmulo para encontrar a justiça, face a face. Nos princípios de causa e efeito, achamo-nos incessantemente sob a orientação dela, em todos os instantes de nossa vida.

Emmanuel

Exibições: 88

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

maria de fatima cerqueira cerque curtiu a postagem no blog Epítome descritivo sobre o cenário e a vida além da sepultura (Jorge Hessen) de os pae
5 horas atrás
Elizete Lima Morgado entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
12 horas atrás
ANTONIO CARLOS DA CUNHA curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
14 horas atrás
Thaynah Paloma e Suzana Paula Andrade agora são amigos
19 horas atrás
Rosana Andrade curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
21 horas atrás
Rosana Andrade curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
21 horas atrás
Amigo Espírita adicionou uma discussão ao grupo Artigos Espíritas
Miniatura

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me…Ver mais...
21 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Vai, e não Peques mais! de PATRIZIA GARDONA
"Pior. Foi curado, mas “de nada valeu ser curado”. Um espírito materializado deu aula prática a médicos encarnados. Ele fez cirurgia, sem hemorragia, sem utilizar instrumentos cortantes e anestesia…"
ontem
gil carlos silva curtiram o perfil de gil carlos silva
ontem
Stephanie Sens Fuziy curtiram o perfil de Stephanie Sens Fuziy
ontem
Ícone do perfilMonica, CARLOS ANTONIO RAFAEL DE MESQUIT, Luiz Roberto Figueiredo de Souza e mais 13 pessoas entraram em RAE
ontem
Julia Nezu agora é amigo de Márcio Pereira de Souza e Renê Alexandre Galetti
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço