Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade

No Brasil existe a violência religiosa? A violência religiosa simbólica permite a liberdade de prática, mas desconstrói a base da crença, fazendo-a parecer inócua, retrógrada e ultrapassada?

No Brasil encontramos elevado índice de violência simbólica. Como o Cristianismo é predominante é o mais atacado?

Existe no Brasil e no exterior um trabalho bem articulado para ridicularizar a fé cristã, minando os valores do Cristianismo?

A mídia liberal e as instituições aparelhadas lutam diariamente pela desmoralização da visão judaico-cristã?

No Brasil a desconstrução dos valores Cristãos é promovida principalmente no ambiente acadêmico?

Nossos jovens chegam despreparados, sem noção do ambiente materialista que irão enfrentar na universidade?

Jovens de formação cristã deficiente conseguem sustentar sua fé perante o discurso acadêmico de docentes relativistas?

Na universidade, jovens podem abandonar a fé. Convencidos pelo sistema profano pensam que foram anteriormente enganados. Podem se tornar céticos e até ateus?

Essas questões se tornaram mais pertinentes nos dias de 2020, depois que alguns  profissionais materialistas resolveram abusar da liberdade de expressão, correndo o risco do vilipêndio.

Um líder religioso relembra que a fé sem obras é morta e que nesse embate de princípios, as obras nada mais são que os argumentos. Aí aponta a solução.

Menos congressos e mais seminários. Diz que é necessário priorizar o estudo, em sala de aula, com mais estudos, colocando os jovens no ambiente da academia, apresentando-lhes as objeções ateístas à fé, e ensinando-lhes os contra-argumentos.

Quais temas não podem ser esquecidos nos púlpitos, encontros e seminários?

Como combater a violência simbólica sem argumentos científicos?

O jovem acadêmico fortalecerá sua fé dominando argumentos filosóficos e científicos. São esses argumentos que confrontarão nosso jovem na academia.

Jesus sempre esteve em situação difícil, diante da crise, fase difícil, grave, onde todos estavam tensos, no conflito, queriam justiça com as próprias mãos, mas a mulher encontrou Nele o argumento que evitou o apedrejamento.

A Ciência e a Religião são as duas alavancas da inteligência humana: uma revela as leis do mundo material e a outra as leis do mundo moral.” (1)

Divaldo Pereira Franco diz: O meu silêncio diante das ofensas propositais e patológicas ao Mestre venerado (...) será anuência à perversão e indignidade. (2)

Não existem direitos fundamentais absolutos, neles encontramos a liberdade de expressão, com semeadura aparentemente livre. (3)

Um jornalista sugere agora que a coisa pode ser pior.  (4)

E agora? Pode acontecer coisa pior que tremer vendo a cabeça a prêmio?

Só a anuência do espírita à perversão e indignidade, como referiu Divaldo.

Leia mais

  1. http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...
  2. http://blogdobeck.com/2020/01/09/opiniao-principal-lider-do-espirit...
  3. http://www.redeamigoespirita.com.br/profiles/blogs/especial-de-nata...
  4. https://www.tercalivre.com.br/porta-dos-fundos-pode-ter-acertado-ra...

 

Exibições: 306

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA segunda-feira

Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado.

A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de 1922, trazendo uma “Contribuição ao estudo da Psychiatria, Espiritismo e Metapsychismo”, na Faculdade de Medicina do Rio de janeiro.

Quatro meses depois, foi chamado à defesa do trabalho, em 26 de dezembro, às 13:30 horas”. Resultado – “reprovado”.

O corajoso estudante de medicina não se abateu e não se deixou esquecer. Construiu o seu passado e mantendo a sua dignidade afirmou: “vou esperar o um dia depois do outro para voltar à defesa desta mesma causa que, então, será a de todos nós, na sciencia ou fora dela”.

“Deste resultado julguem os que me lerem, pois não quero ser juiz em causa própria”. “Graças a Deus as fogueiras estão extinctas e os Torquemadas fora de moda”. “Le monde marche…”

https://blogdobrunotavares.wordpress.com/2016/06/27/a-face-oculta-d...

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 6 agosto 2020 às 22:25

 Sincera solidariedade agrega, solidariedade forçada segrega. O humanista de boutique precisa do preconceito. É o oxigênio vital dele, diz jornalista em Hipocrisia in Natura. https://www.youtube.com/watch?v=_xpEb0lmbh8&feature=youtu.be

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 1 agosto 2020 às 21:16

Ao tentar processar o Porta dos Fundos, por retratar Jesus como um gay, igreja teve um prejuízo de R$ 82 mil.

https://www.uai.com.br/app/noticia/e-mais/2020/07/29/noticia-e-mais...

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 30 julho 2020 às 23:24

A Natura fez opção econômica. Suas ações foram valorizadas. https://economia.uol.com.br/cotacoes/noticias/redacao/2020/07/29/ac... 

 Rendeu alguma crítica e disparou uma dúvida. O transexualimo seria uma anomalia da identidade sexual?  Não adianta perguntar aos universitários. http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t... 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 29 julho 2020 às 17:05

Evangelho na Educação.

“Crianças” na dor da vulnerabilidade social também deveriam ser imunizadas, nesse período mais propício da vida, contra a epidemia da corrupção do sentimento e da inteligência.

Anália viu luz num Tratado de Ética e  Compêndio de Imunologia,  O Evangelho Segundo o Espiritismo.

https://www.facebook.com/jo.teixeira.946/posts/2673247536248652

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 7 julho 2020 às 23:40

DEPOIS DA MORTE

Em 1965, Yvonne Pereira diz que “o Evangelho é imortal, uma vez que sempre existirão cérebros e corações necessitados de renovação."

Ela fala também sobre “uma Cidade Universitária espiritual. Ciclos novos de estudo se franqueariam para espíritos em evolução, segundo seus desejos". (1)

Professor universitário aposentado, com prazo de validade expirando, acreditamos que o assunto morte e universidade é bom tema para reflexão.

Yvonne afirma que "Allan Kardec é ainda o grande desconhecido, para os espíritas. Tratou de Ciência, de Filosofia e de Moral e tais matérias, de suma grandeza, não podem ser apenas lidas uma ou duas vezes, mas estudadas, continuamente, com método analítico, observação acurada, amor e perseverança, a fim de serem bem compreendidas e praticadas".

As perguntas são importantes. De um jovem: "se Jesus já ensinou as Leis de Deus, qual a utilidade do Espiritismo?"

Se o leitor sabe onde e como Kardec a respondeu, já é um bom começo.

Outra dúvida, sobre as condições da vida após a morte, apresentada por um cardiologista nos chamou a atenção. Diversas pessoas já nos fizeram a mesma questão e outros nos confessaram que iriam deixar para ler o livro "Nosso Lar" depois que melhor estivessem inteirados dos postulados básicos da Doutrina Espírita.

Depois da morte, um espírito deu um jeito de respondê-la. (2)

Se não é como o espírito André Luiz escreve, através do médium Francisco Cândido Xavier, como será?

Aparentemente morto o indivíduo chega ao hospital. Algum tempo depois seu coração recomeça a bater. Depois contam as histórias de suas mortes. É a experiência de morte iminente, onde há extraordinária percepção de visões, sons e acontecimentos que a pessoa tem, quando clinicamente morta, próxima ao retorno impossível.

Não é necessário esperar a morte para saber um pouco mais sobre cursos que preparam para o ingresso, no além, numa Cidade Universitária.

Enquanto aluno no CPOR, um capitão perguntou: “quem gosta de escrever”.

Fui um dos selecionados e ganhei uma vassoura.

Leia mais

  1. http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...
  2. http://orebate-jorgehessen.blogspot.com/2019/03/hanseniase-voce-o-c...

https://paespirita.blogspot.com/2019/03/hanseniase-voce-o-conhece.html

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 23 fevereiro 2020 às 17:47

Intolerância Religiosa em fevereiro de 2020, no Rio de Janeiro. Nenhuma nota de repúdio!

“Cinquenta Anos Depois” é um romance. Emmanuel conta-nos uma história ligada ao Cristianismo do século II. Nele, o senador Públio Lentulus apresenta-se com uma nova roupagem, reencarnado como um escravo.

Esse escravo, Nestório, mostra uma postura mais humilde, agora numa categoria que seu coração orgulhoso havia espezinhado na existência anterior. A misericórdia divina permite-lhe reparar, como Nestório, os desmandos e as arbitrariedades cometidas no passado, quando, investido do poder público, supunha, em sua vaidade, guardar todos os direitos e poderes em suas mãos.

https://www.amazon.com.br/Cinquenta-Anos-Depois-Emmanuel/dp/857328367X

Certa vez um espírito que se apresentava como escravo, mas que revelava
grande conhecimento doutrinário, informou ao farmacêutico Cairbar Schutel, que
havia sido um médico holandês, em reencarnação anterior. Porém foi como
negro-escravo que aprendera a desenvolver a virtude da humildade e desta forma
preferia manifestar-se como tal.

Outro disse à médium Yvonne Pereira que não gostaria de apresentar-se como bandoleiro, assaltante, assassino, que tinha sido nas civilizações ditas refinadas.

Umbanda e Candomblé, Torres Gêmeas Brasileiras, foram atacadas neste fevereiro de 2020, no Rio de Janeiro. Tudo quebrado pela intolerância religiosa.

Onde estão as notas de repúdio dos Espiritualistas que já sofreram o mesmo no passado?

http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...

 

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 29 janeiro 2020 às 10:47
Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 28 janeiro 2020 às 10:57

 Evolução da Inteligência. Neuroplasticidade,

https://www.facebook.com/groups/1499993836709886/permalink/27475722...

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 28 janeiro 2020 às 10:40

 

SENADO FEDERAL. Sessão para homenagear Allan Kardec.

https://www25.senado.leg.br/web/atividade/notas-taquigraficas/-/not...

Então, com a palavra, Haroldo Dutra Dias. Muita honra e alegria passar a palavra para V. Exa. (Palmas.)

O SR. HAROLDO DUTRA DIAS –  Trecho (...) Se você deseja, com toda a força do seu coração, homenagear Allan Kardec, seja um ser humano de bem, mas desses que têm a suficiente ousadia de fazer o bem, porque hoje é preciso muita coragem para fazer o bem, é preciso muita ousadia para defender a paz, porque a violência é uma solução muito rasteira. A paz é que exige inteligência.

Para ser pacificador, você precisa, por exemplo, aprender com Marshall comunicação não violenta. Você precisa estudar. Para exercer a diplomacia, você tem que estudar anos e anos a fio; para ser violento, você não precisa fazer nada, basta dar vazão aos instintos animais. Por isso que a paz é difícil. Por isso que é difícil construir o bem. Nós precisamos reunir todo o patrimônio de inteligência, de boa vontade, de bondade e de talento para que o bem se instale.(...)

(...) Chegou a hora de as pessoas de bem terem consciência de por que elas estão nos lugares em que elas estão ou, o mais difícil ainda, elas terem consciência de por que elas ainda não estão onde elas deveriam estar.(...)

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

Robério Gomes do Nascimento entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
Miniatura

Estudando o Livro dos Espíritos

Grupo para estudo e discussão do "Livro dos Espíritos".Sejam bem vindos!Os temas são livres.Ver mais...
1 hora atrás
Robério Gomes do Nascimento curtiram o evento Estudando o Livro dos Espíritos de Nelson Peixoto de Souza Filho
1 hora atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão VIROSES - Conheça a melhor terapia para vencê-las por Divaldo Franco de Amigo Espírita no grupo Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
"“PsicoImunologia”.  Soluções Mágicas e Problemas Psicológicos https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=7032117"
terça-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Então, chega para lá

Certa feita há muitos anos, conversávamos com uma das grandes figuras femininas do movimento espírita da cidade de São…Ver mais...
terça-feira
Hilton Cesar respondeu à discussão Mediunidade - dom ou castigo? de Bárbara Martins de Castro
"Médiuns somente os são, os que possuem a faculdade de sentir a influência do mundo espiritual, de forma nítida e ostensiva. O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações…"
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado. A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de…"
segunda-feira
Luciano Franco Ramos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Excelente descrição João Nodari"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
8 Ago
Antonio Carlos G. Sarmento e Edileuza R. Rodrigues agora são amigos
8 Ago
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" Sincera solidariedade agrega, solidariedade forçada segrega. O humanista de boutique precisa do preconceito. É o oxigênio vital dele, diz jornalista em Hipocrisia in…"
6 Ago

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço