REDE AMIGO ESPÍRITA

Divulgando, Instruindo e Unificando!!!

“Para compreender o Espiritismo”, palestra de Liszt Rangel no Caminho do Cristo

A verdadeira fé é aquela que encara a razão face a face em todas as épocas da humanidade. Essa fé, portanto, é racional, ela não lida com as crenças infantis, ela fala diretamente à razão, nos adverte Liszt Rangel, jornalista, pesquisador e orador espírita, em sua palestra “Para compreender o Espiritismo”, no Lar Espírita Caminho do Cristo, na Vila Nova, em Santos, dando sequência a sua maratona de palestras e seminários pela Baixada Santista.

            Liszt repete Kardec ao dizer que o Espiritismo é uma ciência de base filosófica e consequências morais. Como ciência, o Espiritismo ainda não consegue ser analisado pela ciência acadêmica, porque os objetos de estudo da ciência acadêmica são materiais e o da ciência espírita não. O Objeto de estudo da ciência espírita pensa; ele tem livre-arbítrio. Ele é o espírito e os fenômenos que esse objeto produz são chamados mediúnicos. O espírito não se submete à vontade dos cientistas.

            O Espiritismo tem adeptos e não crentes, pois aderir neste sentido significa compreender. O processo se dá em níveis de uma consciência profunda. Isso não ocorre frequentemente com quem apenas crê, pois nem sempre quem crê adere ou é convicto do que crê, mas quem é convicto ou convencido crê racionalmente. “Então nos somos adeptos do pensamento espírita, nós somos adeptos da ciência espírita, nós somos adeptos da filosofia espírita”, garante Liszt.

            Mas uma ciência não se aprende nem em dias ou semanas. Levasse anos para ser aprendida. Sendo assim, porque com o Espiritismo seria diferente?  Não se aprende Espiritismo em pouco tempo. Aqueles que passaram 30, 40 anos reconhecem que ainda não aprenderam nada.

            Os espíritos explicaram a Kardec como o mundo causal, o mundo espiritual, se relaciona com o mundo material. As almas dos homens que viveram na Terra, ou seja, os espíritos se manifestaram, mas o Codificador precisou recorrer a um filtro para não ser pego por espíritos mentirosos e levianos. Neste exame investigativo Kardec se utilizou de vários médiuns que não se conheciam.

            O Espiritismo estabeleceu um novo paradigma para a humanidade: Para um efeito inteligente, há uma causa inteligente, mas foi preciso compreender que a verdade não é produto de um individuo ou de um grupo. A verdade para ser verdade é preciso ser universal. Nem tudo que nos chega dos espíritos é verdadeiro. Kardec chegou a Codificação levando-se em conta que o fato verdadeiro deveria vir de vários médiuns e de diversos espíritos. Uma mesma informação chegando de diversas fontes.

            Como nos diz Kardec nenhum espírito, do mais ignorante ao mais sábio, possui o conhecimento pleno das coisas. Os espíritos que dizem responder sobre todas as coisas são facilmente pegos na limitação de seus conhecimentos intelectivos.

            Para checarmos o que é original e o que é falso, precisamos fazer uma confrontação entre eles. No Espiritismo o que é verdadeiro nos chega através de Kardec. E ele nos afirma que quando a ciência terrena superar o Espiritismo, devemos deixar o Espiritismo neste ponto superado e seguir com a ciência terrena. Isso não significa que devemos abandonar o Espiritismo, mas que devemos compreender que como os espíritos não são infalíveis, as informações há seu tempo poderiam ser superadas. E se assim o forem, que sejam corrigidas ou atualizadas.

            Ao longo de nossas existências, mudamos muitas vezes de corpo, mas o essencial é que o espírito levasse muito tempo para se mudar. Para que isso ocorra precisamos compreender o Espiritismo, e o Espiritismo ainda é muito novo para nós. É pouco mais de 150 anos, o que é uma gota d´água no imenso oceano de nossas existências. O Espiritismo não se permite a interpretações. O Espiritismo é único. Ou é ou não é, ao contrário do que é, por exemplo, a Bíblia, que permite um sem número de interpretações, em concordância com a visão específica de cada religião dita cristã.

            Como diz Kardec, o Espiritismo não é uma religião. Espiritismo não é somente reforma íntima, mas sim transformação. O Espiritismo nos leva a perceber o que não fizemos e que precisamos fazer, o que erramos e precisamos corrigir, o que omitimos e precisamos colocar as claras.  A transformação moral do Espírito obedece a Lei do Progresso. Todos progredimos, sempre.

            O Espiritismo, como diz Herculano Pires, será um dia reconhecido como o maior movimento cultural e espiritual da humanidade. Mas nós não podemos nos desviar da rota. Dia virá que os espíritas compreenderão verdadeiramente essa Doutrina, que de trabalho, solidariedade e tolerância.

           

                        

Exibições: 881

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Marlene Pizoni Teixeira curtiram a página Rádio Amigo Espírita 3 - Estudos ao vivo de Amigo Espírita
7 minutos atrás
Ícone do perfilJosé Enoc de Paiva Anaissi, Nilton Cardoso Moreira, Silvina paraiba e mais 15 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
9 minutos atrás
Nadia Rosangela e Luis Ilva agora são amigos
17 minutos atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de Amigo Espírita
20 minutos atrás
Jovair Avilla JR comentou a postagem no blog Sobre a cautela com nossas palestras de Guilherme Riccioppo Rodrigues
"Parabéns pelo texto, infelizmente a falta de conteúdo doutrinario por parte de…"
30 minutos atrás
Andreia e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
40 minutos atrás
Elizete Lili curtiu o vídeo de Feeak Minas
43 minutos atrás
Miriam Feltes curtiu o vídeo de Canal Amigos da Luz
1 hora atrás
Fernando Fiche deu um presente para 20 membros
1 hora atrás
Hamilton Godinho curtiram o evento “Desvendando o Apocalipse”, com Cristiano Abreu Paiva ao vivo no Canal 4 de Carlos Pretti - SCEE
2 horas atrás
joaquim costa cunha barreto compartilhou a discussão de Amigo Espírita em Facebook
2 horas atrás
Josue Oliveira respondeu à discussão Tampar ou destampar a garrafa para fluidificação das águas? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"joel  verdade au fazer a prece tanto yapada  como destapada tudo esta bem quando os…"
2 horas atrás
maria luiza krause de moraes curtiu o vídeo de Amigo Espírita
2 horas atrás
Maria Santos curtiu o vídeo de Canal Amigos da Luz
3 horas atrás
Verônica Amaral respondeu à discussão Nem sempre o silêncio é uma prece de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"Muito bem explicado, as vezes estamos só com os nossos pensamentos e temos algumas…"
3 horas atrás
Verônica Amaral curtiram a discussão Nem sempre o silêncio é uma prece de Amigo Espírita
3 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2015   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço