Partidas e Chegadas (A Dor da Saudade e a Certeza do Reencontro)

Partidas e Chegadas (A Dor da Saudade e a Certeza do Reencontro)

Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram.

Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte, certamente exclamará: "já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz quanto antes de levar ao porto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos mais ver. Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante em que alguém diz: já se foi", haverá outras vozes, mais além,a afirmar: "lá vem o veleiro".

Assim é a morte. Quando o veleiro parte, levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro, e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível dizemos: "já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O ser que amamos continua o mesmo. Sua capacidade mental não se perdeu. Suas conquistas seguem intactas, da mesma forma que quando estava ao nosso lado. Conserva o mesmo afeto que nutria por nós. Nada se perde, a não ser o corpo físico de que não mais necessita no outro lado. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos: já se foi", no mais além, outro alguém dirá feliz: "já está chegando".

Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a viagem terrena. A vida jamais se interrompe nem oferece mudanças espetaculares, pois a natureza não dá saltos. Cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que se resolva por desfazer-se do que julgar desnecessário. A vida é feita de partidas e chegadas. De idas e vindas. Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada. Um dia partimos do mundo espiritual na direção do mundo físico; noutro partimos daqui para o espiritual, num constante ir e vir, como viajores da imortalidade que somos todos nós.

Victor Marie Hugo, do livro A reencarnação através dos séculos

 

Exibições: 863

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Um tempo atrás, quando saía do centro espírita, um senhor me abordou para narrar curioso fato.

Aspas pra…

Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas?

Pode ser que ao ler o título deste texto você imagine que se trata de uma espécie de censura ou proibição a alguma ideia veiculada no centro espírita. Por isso, faço o convite para que prossiga na leitura, pois, adianto, não se trata de censura ou proibição de qualquer…

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Últimas atividades

Ícone do perfilFranz Hippler Neto, José Maria Silva, Pedro Luiz Gianoto e mais 3 pessoas entraram em RAE
23 minutos atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog O arrependimento como um convite à extração da pureza íntima para reparação do erro (Jorge Hessen) de os pae
1 hora atrás
os pae curtiu a postagem no blog O arrependimento como um convite à extração da pureza íntima para reparação do erro (Jorge Hessen) de os pae
10 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiu a postagem no blog Culpa e consciência (Jorge Hessen) de os pae
17 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiu a postagem no blog Culpa e consciência (Jorge Hessen) de os pae
17 horas atrás
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI

FÉ SEM OBRAS É MORTA

Certa vez, Chico Xavier chegou ao Centro Espírita e viu uma multidão na porta. Ele perguntou:- O que estas pessoas querem?- Eles vieram buscar passe. - respondeu um trabalhador da casa.Chico respondeu:- Eles não precisam de passe, precisam de "pá".Os ensinamentos de Jesus pedem "pá", ou seja, trabalho no campo do espírito: sacrifício, renúncia, esforço, força de vontade, transformação moral, atitude no bem comum.Precisamos aprender a não olhar para Deus, Jesus e outros espíritos iluminados…Ver mais...
18 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
18 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Lembretes para a Vida de PATRIZIA GARDONA
19 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog SILENCIO MENTAL de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
20 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Poder e Sua Força Corruptora de PATRIZIA GARDONA
20 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Poder e Sua Força Corruptora de PATRIZIA GARDONA
20 horas atrás
Posts no blog por os pae
23 horas atrás
os pae curtiu a postagem no blog O arrependimento como um convite à extração da pureza íntima para reparação do erro (Jorge Hessen) de os pae
ontem
os pae compartilhou o post do blog deles em Facebook
ontem
constancia mello de carvalho sou curtiram a discussão Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei) de Amigo Espírita
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Aparando as próprias rebarbas — Sidney Fernandes de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Um materialista cristão de PATRIZIA GARDONA
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog As Drogas e suas Implicações Espirituais de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
"O que diz o psiquiatra Jorge Andréa em “Drogas, Mediunidade e Chico…"
ontem
ALJACYRO FIRMINO DE SOUZA talvez participe do evento de Carlos Pretti - SCEE
Miniatura

“GRATIDÃO”, com Stela Maris Sâncio Gonçalves em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

20 outubro 2019 de 9 a 10:15
“GRATIDÃO”, este será o tema da palestra da pedagoga e professora de língua italiana Stela Maris Sâncio Gonçalves de Santa Teresa-ES, no próximo domingo 20 de outubro de 2019, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Stela Maris é uma das fundadoras e está como dirigente da Casa Espírita Cristã Mensageiros de Luz, localizada no Centro de Santa Teresa. Se possível…Ver mais...
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Como Atuam os Médicos Espirituais? de PATRIZIA GARDONA
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço