893. Qual a mais meritória de todas as virtudes?

“Toda virtude tem seu mérito próprio, porque todas indicam progresso na senda do bem. Há virtudes sempre que há resistência voluntária ao arrastamento dos maus pendores. 

A sublimidade da virtude, porém, está no sacrifício do interesse pessoal, pelo bem do próximo, sem pensamento oculto. A mais meritória é a que assenta na mais desinteressada caridade.”

895. Postos de lado os defeitos e os vícios acerca dos quais ninguém se pode equivocar, qual o sinal mais característico da imperfeição?

“O interesse pessoal. Freqüentemente, as qualidades morais são como, num objeto de cobre, a douradura que não resiste à pedra de toque. Pode um homem possuir qualidades reais, que levem o mundo a considerá-lo homem de bem. Mas, essas qualidades, conquanto assinalem um progresso, nem sempre suportam certas provas e às vezes basta que se fira a corda do interesse pessoal para que o fundo fique a descoberto. O verdadeiro desinteresse é coisa ainda tão rara na Terra que, quando se patenteia todos o admiram como se fora um fenômeno.

“O apego às coisas materiais constitui sinal notório de inferioridade, porque, quanto mais se aferrar aos bens deste mundo, tanto menos compreende o homem o seu destino. Pelo desinteresse, ao contrário, demonstra que encara de um ponto mais elevado o futuro.”

Fonte - Allan kardec, O Livro dos Espíritos, do Cap.XII "Da perfeição Moral"

TRANSFORMAÇÃO ÍNTIMA

Tendências viciosas como impulsos para a virtude procedem, sim, do Espírito, agente determinante do comportamento humano.

Não podendo a organização celular definir estados psicológicos e emocionais, estes obedecem às impressões espirituais de que se encharcam, exteriorizando-se como fatores propelentes para uma ou outra atitude.

Destituída de espontaneidade, exceto dos fenômenos que lhe são inerentes, graças aos automatismos atávicos, a matéria orgânica é resultado das aquisições eternas do Espírito que dela se veste para as experiências da evolução.

A hereditariedade vigente nos mapas dos genes e dos cromossomas encarrega-se de transmitir inúmeros caracteres morfológicos, fisiológicos, sem exercer preponderância fundamental nos arcabouços psicológicos e morais, que pertencem ao ser espiritual, modelador das necessidades inerentes ao progresso e fomentador dos recursos que se lhe fazem indispensáveis a esse processo de crescimento a que se destina.

Descartar-se o valor dos implementos espirituais nos fenômenos comportamentais do homem, é uma tentativa de reduzi-lo a um amontoado de tecidos frágeis que o acaso organiza e desmantela ao próprio talante.

A vida pessoal escreve nas experiências de cada ser as diretrizes para as suas conquistas futuras.

Vícios e delitos ignóbeis, virtudes sacrificiais e abnegação, pertencem à alma que os externa nos momentos hábeis conforme o seu estágio evolutivo.

Vicente de Paulo e Francisco de Sales, fascinados pelo amor aos infelizes, liberaram as altas forças que lhes jaziam inatas, a serviço da caridade e da dedicação sem limite.

Ana Nery e Eunice Weaver, sensibilizadas pelo sofrimento humano, esqueceram-se de si mesmas e dedicaram-se, a primeira, aos combatentes feridos, e a segunda, à salvação dos filhos sadios dos hansenianos.

Eichmann e inúmeros carrascos nazistas acariciavam, comovidos, os filhinhos, após enviarem, cada dia, milhares de outras crianças e adultos aos fornos crematórios em inúmeros lugares dos países subjugados.

Tamerlão incendiava as cidades conquistadas, após degolar os sobreviventes, para depois dormir tranqüilo ao lado daqueles a quem amava.

Homens e mulheres virtuosos, sempre revelaram o alto grau de amor que lhes jazia em latência, da mesma forma que sicários e criminosos sanguissedentos deixaram transparecer a crueldade assassina desde os primeiros anos de infância...

As exceções demonstram o poder da vontade, que é manifestação do Espírito, quando acionada, propelindo para uma ou para outra atitude.

O hábito vicioso arraigado remanesce, impondo de uma para outra reencarnação suas características, assim impelindo o homem para manter a sua continuidade.
Da mesma forma, os salutares esforços no bem e na virtude ressumam dos refolhos da alma, e conduzem vitoriosos aos labores de edificação.

Toda ação atual, portanto, tem as suas matrizes em outras que as precedem, impressas nos arquivos profundos do ser.

Estás, na Terra, com a finalidade de abrir sepulturas para os vícios e dar asas às virtudes.

Substituindo o mau pelo bom hábito, o equivocado pelo correto labor, corrigirás a inclinação moral negativa, criando condicionamentos sadios que se apresentarão como virtudes a felicitar-te a vida.

Teus vícios de hoje, transforma-os, no teu mundo íntimo, em virtudes para amanhã ao teu alcance desde agora.

Libera-te pois, com esforço e valor moral, do mau gênio que permanece dominador, das paixões perturbadoras que te inquietam, e renova-te para o bem, pelo bem que flui do Eterno Bem.

Fonte - Joanna de Ângelis, Médium: Divaldo P. Franco, Livro: Vigilância

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

ARI DE SOUSA LIMA curtiu o vídeo de os pae
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
A Dimensão da Influência - com Iris Ribeiro https://t.co/XKhA3RPGjr
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra: "Lei de Destruição" - André Sobreiro https://t.co/HnrDTrQkX7
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
As curas de Jesus: uma proposta de auto iluminação - Sergio Huallas https://t.co/Gs7j8hGu9r
Twitter3 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra: "Lei de Destruição" - André Sobreiro https://t.co/Yylm8It237
Twitter3 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
O que acontece após a morte? - Livro dos Espíritos, Qs 283 a 287 - Carlos Alberto Braga https://t.co/6fdhetduvK
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
38º Estudo Impermanência e Imortalidade - Capítulo 14 "Incerteza" 3ª parte Mauro Guimarães https://t.co/3l5mGku9M1
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
38º Estudo Impermanência e Imortalidade - Capítulo 14 "Incerteza" 3ª parte Mauro Guimarães https://t.co/BskiKOXg2r
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/LhLHtH7Gri
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/1jZpKzOSng
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
6 horas atrás
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
6 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Carnaval. Bom, Bonito e Barato. Valores São Caros. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/WdyrXkbA2x
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Aos quase suicidas" : https://t.co/HdeyUgsjRl
Twitter8 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
8 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"PAIS E FILHOS" : https://t.co/KVhyCA6nYc
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Reconstrução Após uma Tragedia - Vivências com Jesus - Yasmin Madeira https://t.co/W50Lrf7bAR
Twitter11 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Deus não Castiga": https://t.co/0F78xafSYx
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
15 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço