Promessas e estelionatos – Sidney Fernandes

Promessas e estelionatos – Sidney Fernandes

Não desprezes o dom que há em ti.

Paulo, I Timóteo, 4:14

Diz Emmanuel que, a partir do momento em que já portamos alguma luz, adquirimos a responsabilidade de expandi-la. Na espiritualidade, compreendemos a extensão das imperfeições que ainda nos privam da felicidade e pedimos nova encarnação.

Prometemos! Juramos de pés juntos que dessa vez nos aprumaremos. Chegando ao plano terrestre, o amontoado de promessas e ansiedades não se converte em realizações espirituais. Alerta André Luiz que a edificação do reino interior não se realiza só com palavras e exige trabalho persistente e sereno.

Costumamos chamar de estelionatário o que promete, mas não cumpre, assume compromisso e dele foge ou ainda o que acena com vantagem e somente cuida de seus interesses. Ora, não nos enquadramos exatamente nessas condições ao participarmos de complexo planejamento, que conta com a participação e o patrocínio de parentes, amigos e mentores desencarnados e, ao contato com a realidade terrestre, dele nos distanciarmos? Não nos enquadraríamos exatamente na condição de estelionatários?

Não desprezes o dom que há em ti, alerta-nos Paulo. O conhecimento aumenta a nossa responsabilidade, principalmente diante da mensagem renovadora do Espiritismo.

Retornamos ao velho círculo vicioso citado por André Luiz, em Missionários da Luz quando, fora do âmbito terrestre, diante de nossas necessidades cármicas, prometemos fidelidade e realização, mas, logo que reencarnamos, esquecemo-nos dessas promessas, voltamos ao endurecimento espiritual e ao menosprezo às leis de Deus.

Precisamos entender, definitivamente, que uma nova encarnação não é uma aventura, nem nos move o acaso ou a vontade aleatória do Criador. Ela faz parte de um contexto global em que estamos inseridos, obedecendo a um planejamento evolutivo que, no mais das vezes, contou com nossa anuência e compromisso.

Como afirmou o abolicionista americano Wendell Phillips, a eterna vigilância é o preço da liberdade. O mesmo se aplicará às promessas que fizemos na espiritualidade, se não quisermos perder a atual encarnação. O sucesso do nosso presente projeto de vida dependerá de vigilância e persistência.

Moisés, Paulo de Tarso, Albert Schweitzer, Oskar Schindler, Zilda Arns, só para citar os mais conhecidos, renunciaram ao conforto, à segurança e à própria vida. Como entender, aos olhos humanos, o comportamento dessas criaturas, dentre muitas outras que se destacam na história da civilização?

O que elas têm em comum? Todas essas pessoas perguntaram-se se poderiam continuar em suas situações de conforto e segurança, enquanto milhares não tinham direito à mínima condição de sobrevivência. Prometeram e cumpriram suas promessas e vivenciaram o seu profundo amor pela humanidade.

A maioria de nós talvez ainda não esteja preparada para esses rasgos de desprendimento, em favor de causas universais. Com certeza estamos, todavia, habilitados a superar nossos interesses próprios, ensaiando desprendimento e respondendo pelas responsabilidades que assumimos perante o plano maior.

Prometemos? Cumpramos! Ou vamos, mais uma vez, retornar à espiritualidade como meros estelionatários, como já fizemos tantas vezes?

Exibições: 25

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Raul Barroquelo respondeu à discussão Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei) de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
53 minutos atrás
Codificador do Paracleto compartilhou o post do blog deles em Facebook
3 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen) de Codificador do Paracleto
3 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Entre a Terra e o Céu" #16 - Cap 19 “Dor e surpresa” - Mauro Guimarães https://t.co/a5z7uZWeCa
Twitter3 horas atrás · Responder · Retweet
Almari Airton Della Santa e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
4 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Porque não temos notícias dos nossos parentes que partiram? de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
4 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O maior conselho de Chico Xavier de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
4 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"DISSERTAÇÕES DE ALÉM-TÚMULO.": https://t.co/xi8uosNYhF
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"ORAÇÃO NOSSA - Chico Xavier" : https://t.co/Pzv6ZzG9WL
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
sandra cristina alves de araujo curtiu a postagem no blog PERDÃO E LIBERDADE - pelo espírito Emmanuel de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
8 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"PERDÃO E LIBERDADE - pelo espírito Emmanuel" : https://t.co/RJYS09Bgrs
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen)": https://t.co/U41s0outs7
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por Codificador do Paracleto
10 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
“O ESPÍRITO SABE O DIA QUE VAI DESENCARNAR?": https://t.co/HwgpsoR0Ar
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Codificador do Paracleto comentou a postagem no blog Internet , redes sociais e os pseudomédiuns , ambiciosos e mistificadores (Jorge Hessen) de os pae
13 horas atrás
Codificador do Paracleto comentou a postagem no blog Internet , redes sociais e os pseudomédiuns , ambiciosos e mistificadores (Jorge Hessen) de os pae
14 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Cegos do Espírito" : https://t.co/axFxoUyKnG
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
14 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Lacordaire, em "O Evangelho Segundo O Espiritismo". Siga também no Instagram: https://t.co/oikqWLvBk0 #raetvhttps://t.co/xF5ZD39AUh
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço