Os setes pecados capitais, que são: gula, luxúria, avareza, ira, soberba, preguiça e inveja, foram formalizados no século VI, pelo Papo Gregório Magno, que tomou como base as Epístolas de São Paulo. Porém a lista só se tornou “oficial” na Igreja Católica no século XII, através da Suma Teológica, documento publicado pelo teólogo São Tomás de Aquino.

O termo “capital” (latim “caput”, apresenta como significado líder, chefe, que quer dizer os setes pecados são “líderes” de todos os outros.

E um dos pecados da história que é cometido até hoje é a avareza, que é o desejo de ter bens materiais, de acumular riquezas, é ser ganancioso. Aquele que é avarento apresenta dificuldade de abrir mão, mesmo recebendo algo em troca.

Qual a visão espírita da avareza?

Em Lucas, XII: 13-21, lemos a seguinte passagem:

“Então lhe disse um homem da plebe: Mestre, dize a meu irmão, que reparta comigo a herança. Porém, Jesus lhe respondeu: Homem, quem me constituiu a mim, juiz ou partidor sobre vós outros?

Depois lhes disse: Guardai-vos e acautelai-vos de toda avareza, porque a vida de cada um não consiste na abundância das coisas que possui. Sobre o que, lhes propôs esta parábola, dizendo:

O campo de um homem rico tinha dado abundantes frutos, e ele revolvia dentro de si estes pensamentos, dizendo: Que farei que não tenho onde recolher os meus frutos? E disse: farei isto, derrubarei os meus celeiros e os farei maiores; e neles recolherei todas as minhas colheitas e os meus bens.

E direi à minha alma: Minha alma, tu tens muitos bens em depósito para largos anos; descansa, come, bebe, regala-te.

Mas Deus disse a este homem: Néscio, esta noite te virão demandar a tua alma, e as coisas que tu ajustaste, para quem serão? Assim é o que entesoura para si, e não é rico para Deus.

Com esta passagem, Jesus diz que o homem está muito coerente com sua missão na Terra, além de mostrar pouca importância no que diz respeito aos bens materiais para o aperfeiçoamento do Espírito imortal.

O homem que se preocupa em ser antes de ter, sempre valoriza a vida por tudo o que ela oferece, se mostra interessado no que está ao seu redor. Já aquele, que liga a felicidade aos bens materiais, acaba ficando desconfiado, apresenta dificuldade nos relacionamentos pessoais, etc.

Por isso lembre-se:

“A vida do homem não consiste na abundância daquilo que possui, mas na abundância dos benefícios que esparge e semeia, atendendo aos desígnios do Supremo Senhor.” (Emmanuel, Vinha de Luz, psicografia de Francisco Cândido Xavier)

A avareza pode ser evitada por meio do autoconhecimento, da reforma íntima e da generosidade.

Fonte: Rádio Boa Nova

Exibições: 291

Comentar

Você precisa ser um membro de . para adicionar comentários!

Entrar em .

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

gilda aparecida augusto deu um presente para Margarida Maria Madruga
12 minutos atrás
Ana Lima de Souza comentou o grupo Artigos Espíritas de Amigo Espírita
1 hora atrás
Ana Lima de Souza entrou no grupo de Amigo Espírita
1 hora atrás
Ana Lima de Souza comentou a página Sites Parceiros de Amigo Espírita
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
Convite de Ala Mitchell para "Um milhão de amigos" na RAETV: https://t.co/9XCKThhqeb via @YouTube
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/GJGHxuufW1 de Ala Mitchell para "Um milhão de amigos" na RAETV
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Perdão, remédio Santo - Evangelho na Rede com Elisabete Azevedo: https://t.co/HRmCLxy14m via @YouTube
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilAna Lucia e Maria Helena Lima entraram em .
5 horas atrás
Jaqueline Meire Palma Casado curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Questão de Escolha": https://t.co/WIrrFcT7zb
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"NO CULTO DE DEUS": https://t.co/CebewKH6Oz
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
7 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"História para reflexão: O perdão que liberta" : https://t.co/6mU1eYzMQf
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Carlos Pretti - SCEE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
8 horas atrás
Ana Rogéria Feitosa de Morais curtiu a postagem no blog CAUSAS PSICOLÓGICAS DAS FUGAS EXISTENCIAIS de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
11 horas atrás
Ana Rogéria Feitosa de Morais curtiu a postagem no blog Reconhecida a verdade (Emmanuel) de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
12 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço