Quando Falta a Alegria – Sidney Fernandes

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br

É fácil beijar o rosto, difícil é chegar ao coração.

Fernando Pessoa

Quem gosta de ficar ao lado ou conviver com uma pessoa que cultiva a tristeza? Ou mesmo está permanentemente se queixando, insatisfeita com tudo e com todos? Essas pessoas são infelizes, arrastam as correntes da vida, geralmente são solitárias e consideram a vida um inferno permanente.

Olhar para o espelho da vida e começar a desconfiar de que, muitas vezes, esse ser destituído de alegria e bom ânimo somos nós mesmos é porque está na hora de fazermos uma reflexão e buscar mudanças imediatas, antes que tais comportamentos de cristalizem e provoquem males irreversíveis.

O cardiologista Michael Miller, da Universidade de Maryland, Estados Unidos, liderou uma pesquisa sobre os benefícios do riso para a saúde do coração. Comparando as atitudes diante da vida de 150 pessoas com histórico de enfarto com o mesmo número de pessoas sadias, descobriu que aquelas que nunca tinham sofrido com problemas no coração eram as que demonstravam bom humor constante. Para evitar problemas cardíacos, Miller recomenda combinar a velha receita de saúde — exercícios físicos regulares e dieta balanceada — com algumas gargalhadas durante o dia.

— Rir do quê? — poderá alguém objetar. — O que mais falta acontecer? Uma noite dessas sonhei que estava falando com um tenebroso espírito, que deve estar me acompanhando em maré de azar, e pedi que me levasse desta vida. Melhor mesmo seria morrer — pensava. Sabe o que o ingrato me respondeu? — Sua hora ainda não chegou. Você tem muito o que fazer na Terra.

A permanência em mundo, como o nosso, no entanto, em que predominam o egoísmo, a vaidade e orgulho sujeita-nos a grandes variações ciclotímicas, que podem nos elevar às alturas ou nos derrubar para zonas de inquietação, quando não nos protegemos adequadamente.

Cada ato, cada palavra, cada pensamento, são sinais claros das zonas mentais de que procedemos e permanecemos. Desencarnados aproximam-se do meio que se lhes assemelham. A faixa vibratória de cada ser atrai espíritos, de acordo com mútuas tendências.

Daí a necessidade de nos prevenirmos contra situações complicadoras de relacionamento e de economia espiritual como tristeza, queixas, linguagem inconveniente, leviandades e outras mais.

Emmanuel[1] lembra que, durante o repouso noturno, cada um deve interrogar a si próprio e procurar saber o quanto está colaborando nas relações profissionais, afetivas, filantrópicas, sociais e outras da vida comum.

Se, por um lado, cientistas da atualidade nos recomendam a prática regular de atividades físicas, que nos premiarão com inúmeros neurotransmissores produzidos pelo cérebro, dentre eles a endorfina, que libera ações anti-inflamatórias e analgésicas, a ginástica do bem, que pressupõe o perdão, a tolerância, a boa palavra, a paciência, o trabalho e a alegria, representam verdadeiras vacinas contra a tristeza e a sombra esterilizadoras.

Retirar os óculos escuros do pessimismo, orar constantemente — inclusive no Evangelho do Lar —, levar uma religião a sério, ser bom familiar e bom profissional, fazer o bem ao semelhante e confiar em Deus são medidas que compõem fórmula profilática infalível capaz de prevenir todos os males. Azar, chagas da alma, espíritos doentes, tristeza, insatisfação, ranzinzice, palavrões, leviandades, inveja e ciúme perecem, diante da invencível força do amor.

[1] Página Contribui, livro Pão Nosso, de Emmanuel

Exibições: 77

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Ariel Ale Anjo curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
16 minutos atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Prêmio Nobel de Química diz que medidas de isolamento podem ter custado mais vidas do que salvo.  http://www.youtube.com/watch?v=0KfxOFsWwOk"
47 minutos atrás
Ícone do perfilMarco Túlio Brito e Eliana entraram em RAE
53 minutos atrás
Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
18 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
21 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
ontem
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
quarta-feira
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Nem a folha da árvore cai sem a permissão de Deus Pai. Acaso é termo Materialista"
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Elton Santos da Costa comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Gratidao por essa mensagem tão esclarecedora."
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço