Nos deparamos o tempo todo com situações que trazem à tona esse questionamento. Em vários casos ficamos presos no limite entre o perdão que devemos ao outro e o que devemos a nós mesmos. O quantum de crença que disponibilizamos para acreditar no Sagrado define o grau de sofrimento que teremos nas situações que nos ferem o orgulho.


Quanto mais orgulhosos somos, mais humilhados nos sentiremos, pois que há uma proporção constante entre ambos. O orgulho só pode ser lapidado por situações que nos causem constrangimento e vergonha, pois que esses fatores também estão ligados ao orgulho.


O orgulhoso se ofende com facilidade, se melindra e sente-se constrangido sempre que exposto em suas fragilidades. O grau máximo de inconformação para com as situações da vida está no suicídio ocasionado pela vergonha e pelo sentimento de rejeição.


Sendo assim, se o ser deposita sua crença no Sagrado - da forma que o compreenda - plenamente, nenhuma situação será vexatória e toda exposição de suas fragilidades será vista como uma oportunidade de conhecê-las, trabalhá-las e por fim, vencê-las.


As frases a seguir são os mantras preferidos dos orgulhosos:

"Eu não aceito que isso tenha acontecido comigo!" 
"Quem você pensa que é para me tratar assim!"
"Você sabe com quem está falando?"
"Isso é inaceitável!"


Tudo é aceitável, tudo é crescimento quando colocamos nosso intuito em crescer. A humilhação só existe para os que já se consideram prontos e a vergonha só acomete aos que não se aceitam integralmente como seres falhos, em aprendizado e belos dessa maneira.


No livro de Tiago (4:10) encontramos a seguinte frase: "Humilhai-vos na presença do Senhor, e Ele vos exaltará!"


O Sagrado está em nossa consciência, ou seja, quando colocamos voluntariamente nossas vergonhas para o julgamento público, nos libertamos delas e consequentemente nos exaltamos, damos um passo em direção à sublimação, pois que não precisamos mais atuar nas sombras, com medo de sermos descobertos.


Em suma, quanto mais humilhante uma situação se mostra, mais orgulho existe no íntimo de quem a define assim. Para o humilde, tudo não passa de um tropeço natural a toda criança que está aprendendo a andar. Quando você conta para os outros uma humilhação que sofreu, não é a situação ou o agressor que está sendo exposto, mas sim o seu orgulho.

Exibições: 1682

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de Roberson Andrade Ribeiro(Negrão) em 21 agosto 2016 às 21:53

Parabéns pelo texto simples e direto. Fez-me refletir. Fiquei pensando quando todo esse orgulho passou a fazer parte de nossa atual vida, quando se instalou; pois que, quando criança, ele não existia ou estava em estado latente! Preciso estudar mais sobre o assunto. Obrigado.

Comentário de Lídia Ribeiro Silva e Souza em 20 agosto 2016 às 16:56

Excelente texto, muito oportuno pra mim, muitas reflexões. Gratidão!!!

Comentário de Marcio Alessandro Goes em 19 agosto 2016 às 2:13

Excelente texto!

Comentário de Wanda Dall'OcaTozetti em 16 agosto 2016 às 12:34

Muito bom para nós é conhecer a extensão do nosso orgulho. O texto abre caminho.

Obrigada, Vítor, por postá-lo.

Comentário de Vitor Antenore Rossi em 16 agosto 2016 às 10:44

Sr. Luis, compreendo seu pensamento e justamente por isso trabalho no sentido de elucidá-lo. No Youtube existem mais de 150h de materiais meus onde explico minuciosamente sobre "como fazer", "onde fazer". Tenho apresentado um seminário em vários locais do Brasil chamado "Reforma-te a Ti Mesmo" justamente explicando sob o ponto de vista da Psicologia (que é minha área de formação) como produzir essa mudança na prática. Esse artigo é apenas para reflexão, assim como todos os outros que publiquei aqui nesta página. 

Comentário de luis conforti junior em 16 agosto 2016 às 1:16

Ref resp de Luiz Claudio de S. Leão Araújo 

Olá, meu xará. Não entendi: porq precisamos sofrer? É esse o processo evolutivo que Deus cria para nós? Fazer sofrer para aprender? E, se todos os efeitos têm suas causas, qual é a causa de termos de mudar nossos caminhos? Qual foi a causa que nos fez tomar caminho errado?

.

Comentário de Luiz Claudio de S. Leão Araújo em 15 agosto 2016 às 18:17

Muitas vezes nos enganamos a nos mesmos.A vida vai nos mostrando quanto temos de orgulho e quanto precisamos sofrer ,aumentando a carga ja pesada das nossas provas da vida. Que Deus nos ajude a lutarmos e querer mudar em nossos caminhos. Priorisando a simplicidade.Sempre...Paz

Comentário de luis conforti junior em 15 agosto 2016 às 14:24
Re: Quanto orgulho existe em mim?

É verdade que há muitos irmãos, cujo orgulho salta aos nossos olhos e, talvez, por isso mesmo, outras pessoas com eles não simpatizem. Mas, se conforme a doutrina, o orgulho é um defeito ou imperfeição moral que devemos extirpar de nós, o que precisamos saber é como fazer isso, coisa que ninguém ensina, como tb ninguém ensina quais são as causas de termos nos tornado orgulhosos se antes não éramos! A mesma necessidade existe em relação ao egoismo e, é claro, em relação a todos os defeitos morais, sem exceção de nenhum: como fazer para nos livrarmos deles, que tanto prejudicam nossa vida e a vida daqueles que nos rodeiam.

E também é verdade que o egoismo é o causador tanto do orgulho, qto de todos os outros defeitos e imperfeições morais que temos. Mas, aqui o problema: como entender que a doutrina diga que o egoísmo é a maior chaga da humanidade e que a lei de Deus puna os egoístas, se o egoísmo é um sentimento natural em todos os seres vivos e é o próprio Criador-Deus que finca suas raízes em todos nós?!!!
Comentário de Claudio Laerico em 14 agosto 2016 às 20:53

Eu orgulhava-me de um comportamento que fazia-me crer ser superior ao outros homens. Só faltava vestir as roupas do super-homem. Todavia, de tanto ler as orientações de Joana, resolvi procurar um psicologo. Lá dei de cara comigo frágil, com um cara com um nível intelectual bom, mas o emocional todo destruído, blindado em um cofre feito de palha. Hoje tento tapar os buracos, mas estão surgindo diversos outros no lugar. Parece que só me resta a coragem, apoiada na doutrina, para sair na chuva e se molhar. Andar no relento, enfrentar as noites escuras e frias de minha própria realidade por um tempo, até conseguir construir uma nova casinha mais sólida.

Comentário de Cida em 13 agosto 2016 às 22:30

Muito bom para refletir !

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Desde que o mundo é mundo o homem busca, por meio das previsões, antecipar-se…

Reflexões sobre ações e críticas

            Você já se perguntou o que é a verdade? Jesus ao ser indagado por P Pilatos, na descrição do Evangelho segundo João, capítulo XVIII, respondeu com o maior silêncio que a humanidade já ouviu. Tenho me perguntado por que Ele adotou tal postura?   

            Neste…

Espiritualidade em comportamento de crise (por Jane Maiolo)

Espiritualidade em comportamento de crise

Por Jane Maiolo

 

Então disseram os fariseus entre si: vede que nada é proveitoso! Eis…

Últimas atividades

Neli curtiu a postagem no blog Não-Ditos e Não-Feitos - Joanna de Ângelis de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
19 minutos atrás
Dora Agapito curtiu o vídeo de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
14 horas atrás
Dora Agapito curtiu o vídeo de Amigo Espírita
14 horas atrás
Dora Agapito entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Tirando Dúvidas

Espaço reservado à perguntas doutrinárias, tirando as dúvidas dos membros quanto a Doutrina Espírita. Não serão respondidas perguntas particulares,  As respostas serão postadas neste mesmo grupo e serão respondidas pela Equipe da Rede Amigo EspíritaVer mais...
14 horas atrás
Dora Agapito curtiram o evento Tirando Dúvidas de Amigo Espírita
14 horas atrás
Conceição Valadares curtiram o evento “Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
15 horas atrás
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
16 horas atrás
Ícone do perfilSandra Regina Ribeiro da Silva, Kátia, Édila Marinho e mais 3 pessoas entraram em RAE
16 horas atrás
JORGE RAMOS respondeu à discussão O que aconteceu com a diversidade das mediunidades nas reuniões mediúnicas espíritas? de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"  Reflitamos essas colocações acerca da pouca atenção que as Casas Espíritas dispensam à diversidade das expressões da mediunidade na perspectiva dos médiuns novatos; o quão lhes…"
18 horas atrás
JORGE RAMOS entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Artigos Espíritas

Grupo destinado a divulgação de ARTIGOS da DOUTRINA ESPÍRITA através dos nossos articulistas. Não são aceitas postagens de trechos de livros e outros textos.."Material postado nessa pagina tem autorização de seus autores para publicação na REDE AMIGO ESPÍRITA, a reprodução total ou parcial dos dados aqui publicados em outros veículos de mídia podem ser interpretados como violação de direitos autorais, e seus autores agirem conforme informa a lei"Ver mais...
18 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Inteligência & moralidade de Feeak Minas
22 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Inteligência & moralidade de Feeak Minas
22 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos. de Wellington Balbo
ontem
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“Eu encontrando Eu mesmo”, com Dr. Virgilio Knupp em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

21 julho 2019 de 9 a 10:15
“Eu encontrando Eu mesmo”, este será o tema da palestra do odontólogo e orador Dr. Virgilio Knupp de Colatina-ES, será no próximo domingo 21 de julho de 2019, de 09 às 10h da manhã, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Dr. Virgilio é um dos fundadores e está como presidente da SCEE. Ele faz abordagens didáticas baseadas em estudos de O Livro dos Espíritos e O…Ver mais...
ontem
luis conforti junior respondeu à discussão "QUANDO NÃO APRENDE ATRAVÉS DO AMOR, APRENDE-SE ATRAVÉS DA DOR" de rosyres mendes
"Já encontrei e acabo de publicar um tópico relativo ao q estamos falando, isto é, q Jesus e Paulo disseram q não existe livre-arbítrio, q não são as obras q nos salvam e q e os pensamentos não…"
ontem
GIVANICE MACHADO curtiu a postagem no blog SUA FÉ SUPORTA AS TEMPESTADES DA VIDA ? de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
sábado
Rogério Barbosa agora é amigo de Mallu Consas e Decio Ney Rocha Naves
sexta-feira
Feeak Minas adicionou uma discussão ao grupo Artigos Espíritas
Miniatura

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa. Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à reputação, análises mentirosas de situações respeitáveis e escândalos do ridículo.…Ver mais...
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço