Quando criança ouvia sempre meu avô contar uma estória ( não se era verdadeira) que posso dizer hoje que ajudou a moldar meu caráter, ele dizia que havia um senhor já com idade avançada, morador de rua e negro, conhecido como “Tião”, que vivia a pedir esmolas. Esse senhor era sempre alegre, e comunicativo, e,  mesmo sendo muitas vezes submisso a piadinhas e palavrões, não se deixava abater, dormia  com uma coberta rasgada e travesseiro todo mofado. Um dia um homem passou e começou a xinga-lo, vendo que o “mendigo” não esboçava reação, deu-lhe um violento soco, e depois o chutou varias vezes, Tião, debilitado não reagiu, até que pessoas próximas se aproximaram tentando impedir tamanha violência; o individuo, percebendo a presença de defensores saiu correndo, um jovem olhou as feridas de Tião e exclamou :

- Esse homem não percebe que o sangue que corre nas veias dele é igual ao seu?

Tião tentou sorrir em meio à dor e dentes quebrados, e disse:

- O sangue dele não é igual o meu... O dele é sujo... É contaminado com preconceito.

Hoje entendendo bem os “contos” de meu finado avô, relaciono essa estória a fatos que ainda hoje em pleno século XXI ainda persistem em reincidir. Sob a perspectiva reencarnacionista percebemos que o preconceito e o racismo sempre estiveram entrelaçados na história do Homem; e a violência sempre caracterizou e evidenciou esses seres que se acham superiores aos negros, pobres ou deficientes.

Ao comentar de histórias que envolvem preconceito e racismo, podemos citar os bebês e crianças negras de várias idades que eram literalmente usadas como iscas nos EUA. A revista Time, em 1923, relatou que os caçadores de jacarés na cidade de Chipley na Flórida, roubavam essas crianças quando as mães (muitas delas escravas), em seguida amarravam uma corda em volta do pescoço e ao redor de seu torso junto de uma árvore no pântano ou deixavam-nas em gaiolas. O choro e gritos atraiam os jacarés que apareciam para devora-las, muitas vezes por maldade ou desatenção o caçador só ia atrás de sua caça quando esse já estava arrastando sua vítima, muitas vezes feridas ou aleijadas.[i]

O termo "isca de jacaré" era comum em todo o Sul dos Estados Unidos, da década de 1860 até ao ano de 1960 como um insulto racial e uma ameaça que os brancos usavam para "domesticar" as crianças negras desobedientes; na década de 1890 até os anos 1960, as crianças negras eram frequentemente retratado como isca de jacaré nos brinquedos para as crianças brancas, saboneteiras, escovas de dentes, cinzeiros e, especialmente.

Aqui no Brasil, dentre tantos de abusos e violência contra os negros, destacamos o da escrava Anastácia[ii], que segundo reza a lenda era uma escrava de linda de rara beleza, que chamava atenção de qualquer homem. Ela era curandeira, ajudava os doentes. Por se negar a ir para a cama com seu senhor e se manter virgem, foi espancada e violentada, e, sentenciada a usar uma máscara de ferro por toda a vida, só tirada às refeições, e ainda sendo espancada, o que a fez sobreviver por pouco tempo, tempo esse durante o qual sofreu verdadeiros martírios. Quando Anastácia morreu, seu rosto estava todo deformado. Escrava Anastácia é cultuada tanto no Brasil quanto na África[iii]

A doutrina espírita tem como objetivo romper e fragmentar o paradigma de preconceitos de castas e de cor; onde nessa fase de transição planetária, nos  ensina a necessidade da união dos  homens como irmãos.

Eugenio Lara[iv] em seu artigo “Racismo e espiritismo” nos brinda com a frase :

“Antes de se achar sujeito a determinada cultura, nacionalidade, etnia ou religião, o homem é um ser cósmico, um cidadão do universo. Esse princípio, se bem compreendido, faz ver a realidade sob uma outra ótica, sem os preconceitos generalizados que se encontram ainda  arraigados na alma humana”( LARA ; tópico :  7- O ESPIRITISMO E O RACISMO. Pg. 5”[v]

 Nesse ponto achamos conveniente destacar a frase de  Alan Kardec:

 [...] o Espiritismo, restituindo ao espírito o seu verdadeiro papel na criação, constatando a superioridade da inteligência sobre a matéria, faz que desapareçam, naturalmente, todas as distinções estabelecidas entre os homens, conforme as vantagens corporais e mundanas, sobre as quais só o orgulho fundou as castas e os estúpidos preconceitos de cor.[vi]

Devemos salientar que a raça hoje conhecida como “negra”, dentro dos preceitos espíritas já existia antes da chegada dos grupos que compunham a raça Adâmica[vii], essa questão foi abordada com ênfase na obra “A Gênese” [viii] no cap. Raça Adâmica; e posteriormente por Edgar Armond[ix] no livro Os Exilados da Capela”[x].e Chico Xavier através do espírito de Emmanuel na obra  “A Caminho da Luz” [xi]

Ou seja; conforme a doutrina espírita as organizações humanas primitivas do orbe: Tribos e famílias primitivas, são descendentes das raças antropoides que formaram a linhagem das raças negra e amarela.

 “Aos prepostos de Jesus, foi necessária grande soma de tempo, no sentido de fixar o tipo humano. Assim, pois, referindo-nos ao degredo dos emigrantes de Capela, devemos esclarecer que, nessa ocasião, já o ‘primata hominis’ se encontrava arregimentado em tribos numerosas. [...] Entre as raças negra e amarela bem como entre os grandes agrupamentos primitivos da Lemúria, da Atlântida e de outras regiões [...]” (Emmanuel/Francisco C. Xavier – A Caminho da Luz – Cap. IV).

De acordo com “A Gênese” houve migrações de espíritos que ajudaram na evolução  espiritual e hominal.

“38. De acordo com o ensino dos Espíritos, foi uma dessas grandes imigrações, ou, se quiserem uma dessas colônias de Espíritos, vinda de outra esfera, que deu origem à raça simbolizada na pessoa de Adão e, por essa razão mesma, chamada raça adâmica. Quando ela aqui chegou, a Terra já estava povoada desde tempos imemoriais, como a América, quando aí chegaram os europeus. Mais adiantada do que as que a tinham precedido neste planeta, a raça adâmica é, com efeito, a mais inteligente, a que impele ao progresso todas as outras.[...]”[xii]

Fica claro de que a “Raça Negra” sempre esteve presente no planeta, crescendo e evoluindo de forma sublime, e que ao  se integrar às “raças Andâmicas” todos na verdade pertenciam sem distinção a uma só raça... A Raça Humana.

O espiritismo esclarece que o corpo humano nada mais é que uma casca onde habita o espírito, portanto, a cor da pele, o status social, o sexo...  São apenas características momentâneas, onde a cada novo reencarne colocamos em prova novas e complexas situações.

Muitas vezes assistindo aos noticiários, percebo que aquele “mendigo” que meu avô contava em suas estórias, ainda é hoje um personagem ativo nas histórias reais da vida, e cabe a nós espíritas, com a consciência de que somos apenas almas habitando corpos em provas, devemos  orientar e conscientizar os demais que  ainda permanecem  presos em seus paradigmas de encarnações passadas ( Sim...aqueles mesmos que usavam crianças como iscas) e que ainda estão  desorientados

 

Referencias:

[i] A prática do uso de crianças como iscas foi documentada em pelo menos em três filmes: "Alligator Bait" (1900) e "O 'Gator eo pickaninny" (1900). E a história de dois meninos negros que serviam de isca de jacaré foi contada em "Fúria Untamed" (1947).

[ii] Anastácia (Pompéu, 12 de maio de 1740 — data e local de morte incertos).

[iii] Sua história foi recuperada em 1968, quando a Igreja do Rosário, no Rio de Janeiro, fez uma exposição em homenagem aos 90 anos da Abolição e nela estava o retrato pintado de Arago. Neste momento, começou a ser considerada milagreira e hoje tem cerca de 28 milhões de fiéis.

[iv] Eugenio Lara, membro-fundador do CPDoc, redator e editor gráfico do jornal de cultura espírita Abertura, coordenador do site PENSE – Pensamento Social Espírita e membro-fundador do Instituto Cultural Kardecista de Santos

[v] LARA, Eugenio – Espiritismo e Racismohttp://www.aeradoespirito.net/Livros1/EugenioRacismo.pdf

[vi] Revista Espírita. Out/1861. Discurso do Sr. Allan Kardec. F.E.B., 2007, 3ª ed., p. 432

[vii] Adâmico: 1. Diz-se do que se refere ou está relacionado com Adão; 2. Que é inicial ou primordial.

[viii] KARDEC, Allan. A Gênese - Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo, Ed. FEB. Rio de Janeiro. 2007

[ix] Edgard Pereira Armond (1894-1982). Responsável pela implantação da Federação Espírita do Estado de São Paulo (FEESP) onde colaborou por mais de três décadas, sistematizou o estudo da Doutrina em termos evangélicos e estabeleceu cursos para auxiliar o desenvolvimento de médiuns. Em 1973, a Aliança Espírita Evangélica nasceu sob sua inspiração. Foi, também, pioneiro do movimento de unificação, tendo lançado a idéia de criação da União das Sociedades Espíritas (USE)

[x] ARMOND, Edgard. OS EXILADOS DA CAPELA.  Editora Aliança. São Paulo. 1987.

[xi] XAVIER, Francisco Candido.  A Caminho da Luz. Ed. FEB. Rio de Janeiro. 1999

 

[xii] KARDEC, Allan – A Gênese – Cap.XI – Raça Adâmica – item 38.

Exibições: 155

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Hanseníase. Você o conhece? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"  N.F.P, 23, noiva, não consegue sentir mais os pés, (...) e sua sensibilidade totalmente debilitada. Ela tem hanseníase, doença mais conhecida como lepra. Sua primeira atitude foi querer se suicidar, mas agora,…"
15 horas atrás
José Ricardo Fernandes curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
20 horas atrás
José Ricardo Fernandes curtiram o perfil de Nilton Cardoso
20 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog TEORIA E PRÁTICA. O QUE É BOM FAZER de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
quinta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog "Especial de Natal" é Repudiado. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" A atriz Paris Jackson deve interpretar Jesus como uma mulher lésbica no próximo filme. https://observatoriodemusica.uol.com.br/noticia/filha-de-michael-jackson-vai-interpretar-jesus-em-filme-com-artista-que-fez-porno No Brasil…"
quarta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Empoderamento da Mulher. O Exemplo de Norberta de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"NASA renomeia sua sede em homenagem à engenheira Mary W. Jackson A primeira engenheira negra da agência espacial norte-americana trabalhou na construção do túnel de pressão supersônico, que…"
quarta-feira
Mauro jesus Nascimento curtiu a postagem no blog Fenômenos Mediúnicos, Metapsíquicos e Parapsicológicos de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Mauro jesus Nascimento curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Lucas Oliveira da Silva Farias curtiram a página Rádio Amigo Espírita 1 - Música Instrumental e Estudos ao vivo de Amigo Espírita
segunda-feira
DÓRIS MARIANA SIQUEIRA ALVARENGA curtiram o perfil de Magali Bischoff
27 Jun
Ruy Ermelindo Nogueira Barbosa comentou o grupo Meimei - Espirito de Luz de Acacia Maria Picoli
"Estimados confrades: Estou interessando em linda mensagem de Meimei, onde ela narra que um discípulo de Jesus queria conhecê-lo de mais perto...Viaja por diversos lugares, e acaba abrigando uma criança, onde então Jesus…"
27 Jun
Ruy Ermelindo Nogueira Barbosa entrou no grupo de Acacia Maria Picoli
Miniatura

Meimei - Espirito de Luz

Grupo criado com o objetivo de divulgar as lindas mensagens e preces de MeimeiVer mais...
27 Jun

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço