Sermos solidário torna-nos pessoas melhores (Jorge Hessen)

Jorge Hessen

Jorgehessen@gmail.com

 

Quando mantemos sentimento de compadecimento com as dificuldades e/ou sofrimentos de outras pessoas e esse sentimento consiga identificar as suas misérias e demonstramos o efetivo propósito de socorrer, amparar ou apoiar moralmente estaremos exercendo comisso a solidariedade. O mundo precisa ser solidário.

Mas o que é solidariedade? Para os egoístas a palavra reverbera perturbadora. Incomoda porque o seu verdadeiro significado impõe mobilização de recursos em favor do próximo. Fundamenta-se em valores que não conseguimos quantificar. Ser solidário é sentir a necessidade íntima de partilhar, é querer ir mais além, é perceber que a alegria de dar é indiscutivelmente superior à de receber; é estender a mão ao próximo sem olhar sua raça, condição gênero, conta bancária.

A internalização do sentimento solidário torna-nos efetivamente pessoas melhores.  A solidarização é o “sentimento de identificação com os problemas de outrem, o que leva as pessoas a se ajudarem mutuamente”(1). É uma maneira de assistência moral e espiritual que se concede a alguém, seja por simpatia, piedade ou senso de justiça. No sentido de laço de união fraternal que une as pessoas, pelo fato de serem semelhantes, chamamos de solidariedade humana. É compromisso pelo qual nos sentimos em obrigação umas em relação às outras, ou seja, é a interdependência e a reciprocidade.

Infelizmente vivemos num ambiente social de quimeras postergadas, de sonhos frustrados, de mentes cansadas, numa sociedade de nódoas morais, de “mentes vazias” e atoladas nas futilidades hodiernas, isoladas no cipoal do “ego” enregelado. Vivemos completamente mergulhados na vida egocêntrica, que nos remete irreversivelmente à solidão. O Espírito Emmanuel ressalta que “a técnica avançou da produção econômica em todos os setores, selecionando o algodão e o trigo por intensificar-lhes as colheitas, mas, para os olhos que contemplam a paisagem mundial, jamais se verificou entre os encarnados tamanha escassez de pão e vestuário. Aprimoraram-se as teorias sociais de solidariedade e nunca houve tanta discórdia”(2).

Os males que afligem a Humanidade são resultantes exclusivamente do egoísmo (ausência de solidariedade). A eterna preocupação com o próprio bem-estar é a grande fonte geradora de desatinos e paixões desajustantes. A máxima "Fora da Caridade não há Salvação"(3) é a bandeira da Doutrina Espírita na luta contra o egoísmo. A solidariedade é a caridade em ação, a caridade consciente, responsável, atuante, empreendedora.  Os preceitos espíritas contribuem para o progresso social, deteriora o materialismo, faz com que os homens compreendam onde está seu verdadeiro interesse. O Espiritismo destrói os preconceitos “de seitas, de castas e de raças, ensina aos homens a grande solidariedade que deve uni-los como irmãos”(4). Destarte, segundo os Benfeitores espirituais, “quando o homem praticar a lei de Deus, terá uma ordem social fundada na justiça e na solidariedade”(5).

A recomendação do Cristo “que vos ameis uns aos outros como eu vos amei”(6) assegura-nos o regime da verdadeira solidariedade e garante a confiança e o entendimento recíproco entre os homens. A solidariedade na vida social é como o ar para o avião.

O avião, apesar de toda tecnologia, se não tiver ar ele não voa. A prática desse sentimento vivifica e fecunda os germens que nele existem, em estado latente, nos corações humanos. A Terra, local de provação e de exílio, será pacificada por esse fogo sagrado e verá exercido na sua superfície a caridade, a humildade, a paciência, o devotamento, a abnegação, a resignação e o sacrifício, virtudes todas filhas do amor e da solidariedade.

É imprescindível darmo-nos, através do suor da colaboração e do esforço espontâneo na solidariedade, para atender, substancialmente, as nossas obrigações primárias, à frente do Cristo(7).

Ante as responsabilidades resultantes da consciência doutrinária, que nos impõe a superar a temática de vulgaridade e imediatismo ante o comportamento humano, em larga maioria, a máxima da solidariedade apresenta-se como roteiro abençoado de uma ação espírita consciente, capaz de esclarecer e edificar os corações, com a força irresistível do exemplo.

 

Referências bibliográficas:

(1)       Cf. Dicionário Caldas Aulete

(2)       XAVIER, Francisco Cândido.  "Fonte Viva" ditada pelo Espírito Emmanuel, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 1992

(3)       KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 2001, Cap. XV

 4)       KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 2000, questão 799

(5)       idem questão 566

(6)       João 15:12

(7)       XAVIER, Francisco Cândido.  "Fonte Viva" ditada pelo Espírito Emmanuel, Rio de Janeiro: Ed. FEB, 1992

Exibições: 139

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Selfies associadas às carências afetivas (Jorge Hesssen) de os pae
25 minutos atrás
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
47 minutos atrás
Feeak Minas postou vídeos
48 minutos atrás
Celina Sobral postou vídeos
48 minutos atrás
Carlos Pretti - SCEE postou um vídeo

“Política e Espiritismo”, com Fábio Ribeiro Pires

“Política e Espiritismo”, este foi o tema da palestra do engenheiro agrônomo, professor e orador Fábio Ribeiro Pires de São Mateus-ES, no domingo dia 22 de abril de 2018, de 09 às 10h da manhã, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, situada…
48 minutos atrás
The Spiritist Psychological Soci postou um vídeo

XI MÊS ESPÍRITA- Seminário: Contecto Familiar e a Dependência Química

XI MÊS ESPÍRITA- Seminário: Contecto Familiar e a Dependência Química - Katia Fernandes I 22.04.18 The Spiritist Psychological Society www.spiritistps.org
49 minutos atrás
Beto Ramos postou vídeos
49 minutos atrás
EvandroOlivah postou um vídeo

PRECE ESPÍRITA #25: Ação de graças por haver escapado a um perigo

Livro: O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO Allan Kardec - Capítulo XXVIII 3, II. Ação de graças por haver escapado a um perigo Sugestão: use este vídeos na espera das atividades nas casas espíritas. Assim estará divulgando nossa rica doutrina! E…
49 minutos atrás
ROBERTO JOSÉ DAMASCENO postou vídeos
49 minutos atrás
Ícone do perfilMaria Cristina Saliba do vale, Paulo Sergio de Paula da Silva, Graciele Aparecida da Silva Pere e mais 1 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
54 minutos atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Selfies associadas às carências afetivas (Jorge Hesssen)" : https://t.co/yMH6Qv7ZZp
Twitter58 minutos atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por os pae
1 hora atrás
fabiana Pinto de souza curtiu a postagem no blog FALANDO DE OBSESSÃO (26) – PODER DO PENSAMENTO III - Frequência vibratória e campo mental de Alfredo Zavatte
3 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Preserva a Ti Próprio - Evangelho na Rede com Carla Fabres: https://t.co/rmqGmusMql via @YouTube
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Clóvis Antonio Brighenti
9 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Gilzete Ribeiro
9 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de RONALDO MARTINS ESPINOSA
9 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Maria de Fátima Cardoso dos Sant
9 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Verônica Costa
9 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Scouto
9 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço