Muitos nos procuram informando mal estar, tristeza inexplicável, mesmo quando a vida está nos conformes e não sabem o motivo de ficarem assim. Normalmente quando algo de anormal acontece conosco buscamos a medicina para resolver, mas acontece que muitos desconfortos apenas são minimizados em seus sintomas com a ingestão de medicamentos, e acabamos voltando ao médico várias vezes, chegando mesmo acreditar que o profissional teria se equivocado no diagnóstico, quando não é verdade.

                O que acontece é que a ciência trata o sintoma quando não aparece a causa física. Geralmente nos casos que envolvem comportamento como angústia, desânimo, depressão, a receita é medicamento para as manifestações, e a pessoa vai levando a vida até acreditando que seu estado é normal e que nunca voltará a ser como era antes.

                Por traz disso tudo está muitas vezes à chamada mediunidade, que a ciência não reconhece como causadora de certos sintomas, mas que é bem explicada e estudada por certas religiões, já que mediunidade não está afeta a crenças e sim é algo inerente ao ser humano. Já nascemos com esta aptidão.

                A mediunidade pode causar sonolência, enjoo, náusea, tristeza, euforia, distúrbio comportamental, visões, cheiros, efeitos físicos como movimento de objetos, barulhos como batidas, arranhões, e também desmaios entre outras particularidades. Quando isso ocorre é necessário buscar-se o médico para avaliação, mas também procurar-se numa das religiões que tratam o assunto a sério para um parecer.

                Não existe uma idade específica para que o médium sinta aflorar esta particularidade. Esta aptidão normalmente já está acertada de acontecer quando ainda estamos na espiritualidade, preparando a nossa vinda ao corpo físico. Lá juntamente com os benfeitores espirituais traçamos metas a serem atingidas aqui depois do nascimento e uma delas é a tarefa de desenvolver a mediunidade no sentido de ajudar as pessoas que necessitam.

                Muitos acreditam que ela é algo ruim que nos acontece visto que gera sintomas desconfortáveis, mas na realidade mediunidade é benéfica, pois possibilita que com esta capacidade ajudemos pessoas, e com estudo aprendemos a lidar com ela.

                A mediunidade, equivocadamente como muitos pensam não é para beneficiar quem a tem e sim para propiciar que trabalhemos em beneficio de outrem, pois modalidades vidência e psicofonia que está mais ligada a auxiliar com esclarecimento os desencarnados (pessoas que partiram), para que se encontrarem no mundo espiritual.

                Toda pessoa que tiver aflorada a mediunidade e não procurar o tratamento espiritual para ou livrar-se do compromisso ou exercer a nobre tarefa, poderá ser envolvido por patologias até grave.

                É necessário para tal muito estudo e também disciplina. “Ser médium é servir de intercâmbio entre o plano físico e o espiritual”.

Exibições: 511

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

ARI DE SOUSA LIMA curtiu o vídeo de os pae
42 minutos atrás
Ícone do perfil via Twitter
A Dimensão da Influência - com Iris Ribeiro https://t.co/XKhA3RPGjr
Twitter46 minutos atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra: "Lei de Destruição" - André Sobreiro https://t.co/HnrDTrQkX7
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
As curas de Jesus: uma proposta de auto iluminação - Sergio Huallas https://t.co/Gs7j8hGu9r
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra: "Lei de Destruição" - André Sobreiro https://t.co/Yylm8It237
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
O que acontece após a morte? - Livro dos Espíritos, Qs 283 a 287 - Carlos Alberto Braga https://t.co/6fdhetduvK
Twitter3 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
38º Estudo Impermanência e Imortalidade - Capítulo 14 "Incerteza" 3ª parte Mauro Guimarães https://t.co/3l5mGku9M1
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
38º Estudo Impermanência e Imortalidade - Capítulo 14 "Incerteza" 3ª parte Mauro Guimarães https://t.co/BskiKOXg2r
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/LhLHtH7Gri
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/1jZpKzOSng
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
5 horas atrás
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
5 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Carnaval. Bom, Bonito e Barato. Valores São Caros. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
29º “Reconstruindo paradigmas: Introdução XI” com André Sobreiro https://t.co/WdyrXkbA2x
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Aos quase suicidas" : https://t.co/HdeyUgsjRl
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
7 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"PAIS E FILHOS" : https://t.co/KVhyCA6nYc
Twitter8 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Reconstrução Após uma Tragedia - Vivências com Jesus - Yasmin Madeira https://t.co/W50Lrf7bAR
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Deus não Castiga": https://t.co/0F78xafSYx
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
14 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço