SONAMBULISMO – FACULDADE INTRIGANTE E POUCO DEBATIDA

Uma neozelandesa conseguiu dirigir e enviar mensagens (1) pelo celular (enquanto “dormia” ao volante) em completo estado de transe sonambúlico (2). Eis aqui um tema desafiador para cogitação espírita, porquanto o sonambulismo [do latim somnus= sono e ambulare= marchar, passear] consiste no estado de emancipação da alma mais completo do que no sonho. O sonho é um sonambulismo imperfeito. No sonambulismo, a lucidez da alma, isto é, a faculdade de ver, que é um dos atributos de sua natureza,  é mais desenvolvida. Ela vê as coisas com mais precisão e nitidez, o corpo pode agir sob o impulso da vontade da alma. O esquecimento absoluto no momento do despertar é um dos sinais característicos do verdadeiro sonambulismo, visto que a independência da alma e do corpo é mais completa do que no sonho.
Allan Kardec informa na Introdução de O Livro dos Espíritos que se interessou pelo sonambulismo e magnetismo desde sua juventude. Na época o tema era observado em todo continente europeu, despertando interesse acadêmico de numerosos estudiosos. O Marques de Puysegur, um dos mais célebres discípulos de Franz Anton Mesmer, provocava a “crise mesmérica” e aproveitava esse período de “sono provocado” para curar seus pacientes. Durante o transe, certos sonâmbulos podiam ditar recomendações sobre o diagnóstico e o tratamento de enfermos ali presentes.
O século XIX, portanto, além de despertar o interesse da comunidade científica, o “magnetismo” foi bastante estudado nas obras Espíritas. O Codificador, um pesquisador do magnetismo desde os 18 anos de idade, redefiniu alguns conceitos sobre o tema. Palavras como “espírito” e “médium” já existiam, entretanto Kardec deu-lhes outra acepção, visando estratificar os arcabouços da Doutrina que vinha ao mundo sob as orientações dos Instrutores desencarnados.
O “médium” na concepção mesmerista, significava uma pessoa que se colocava sob o controle de um magnetizador. Todavia, Kardec anota no Cap. XIV do Livro dos Médiuns que “médium” é todo aquele que, sente num grau qualquer, a influência dos espíritos.
Comparemos o termo “médium sonâmbulo”: para os seguidores de Mesmer era uma faculdade que permitia uma pessoa entrar em transe sonambúlico sob influência magnética. Kardec ao estudar o tema percebeu algumas variáveis do transe sonambúlico. Primeiro percebeu quando o sonâmbulo age espontaneamente sob a influência do seu próprio Espírito (animismo); é a própria alma que, nos momentos de emancipação, vê, ouve e percebe, fora dos limites dos sentidos. Por outro lado, o médium sonâmbulo, pode ser instrumento de uma inteligência estranha; quando é passivo e o que diz não vem de si. Em suma, o sonâmbulo exprime o seu próprio pensamento, enquanto que o médium exprime o de outrem.
Lembrando aqui que o Espírito que se comunica com um médium comum igualmente o pode fazer com um sonâmbulo; porque o estado de emancipação da alma facilita essa comunicação. Muitos sonâmbulos veem impecavelmente os Espíritos e os apresentam com tanta exatidão, como fazem os médiuns videntes. Podem dialogar com eles e transmitir-nos as suas ideias. O que narram, fora do âmbito de seus conhecimentos particulares, lhes é com certeza recomendada por outros Espíritos.
No Brasil o sonambulismo ainda é pouco compreendido porque é raramente pesquisado, daí a dificuldade de muitos dirigentes de reuniões mediúnicas em identificá-lo. Infelizmente é tema menosprezado pela maioria dos espíritas. Enquanto isso, sabemos de caso de sonâmbulo que se atirou do 7º andar do prédio em que residia. O infeliz caiu sobre a copa de uma árvore e só vindo despertar no pronto socorro com a medula completamente comprometida. Nunca mais conseguiu andar. Existem muitas pessoas sob o impacto das crises de sonambulismos.
Entendemos que o assunto merece ser examinado e debatido com mais frequência, mirando-se abrigo e socorro aos portadores dessa faculdade, que muitas vezes padecem agruras imensas, por não haver maior número de estudiosos para socorrê-los.
Como percebemos o sonambulismo natural é espontâneo ao passo que o sonambulismo magnético é voluntário e por isso pode ser provocado. Um não suprime o outro já que, em ambos persiste a faculdade da alma em emancipar-se; ocorre apenas outra diretriz, que disciplina o fenômeno. A educação mediúnica também permite ao médium que, por sua vontade, ele tenha controle voluntário sobre o Espírito que vai por ele se manifestar.
Assim sendo, pode considerar-se o sonambulismo como sendo uma variedade da faculdade mediúnica. Ambos caminham juntos e, nos dois fenômenos encontramos a alma, emancipada e livre para se manifestar. Reiteramos que  o sonâmbulo age sob a influência do seu próprio Espírito, é sua alma que, nos momentos de emancipação, vê, ouve e percebe, fora dos limites dos sentidos. O médium ao contrário, como disse acima, é instrumento de uma inteligência estranha; é passivo e o que diz não vem de si. O sonâmbulo exprime o seu próprio pensamento, enquanto o médium exprime o de outrem. Sonâmbulos são médiuns independentemente de entrarem no transe anímico e, nessa condição, “incorporam” espíritos sofredores, ou não, mas o fazem também no decorrer desse transe, quando se desdobram e ocorre a psicofonia sonambúlica. Passam, assim, do transe anímico ao transe mediúnico.
Reenfatizamos que a deficiência de estudo dessa faculdade é falha gravíssima no movimento espírita, em face dos expedientes que proporciona no auxílio a espíritos padecentes, seja porque o médium, desdobrado, desloca-se a regiões distantes, ou próximas, onde existam intensos sofrimentos, seja porque permite “[quando os Mentores Espirituais concordam com a aplicação desse recurso ] submeter o espírito rebelde à regressão de memória, quando “incorporado” ao médium em transe sonambúlico e, em casos assim, ele atua na condição de médium, exercitando a psicofonia sonambúlica.” (3)
O sonambulismo puro, quando em mãos desavisadas, pode produzir belos fenômenos, mas é menos útil na construção espiritual do bem. Porquanto “a psicofonia inconsciente, naqueles que não possuem méritos morais suficientes à própria defesa, pode levar à possessão, sempre nociva, e que por isso, apenas se evidencia integral nos obsessos que se renderam às forças vampirizantes.” (4)

Jorge Hessen
http://aluznamente.com.br

Referências bibliográficas:

(1)    As mensagens enviadas eram desconexa
(2)    Dados mostraram que ela estava enviando mensagens enquanto dirigia de sua casa, na cidade de Hamilton, à cidade de praia Mount Maunganui, a uma distância de 300 quilômetros.
(3)    XAVIER, Francisco C. Nos Domínios da Mediunidade. Pelo Espírito André Luiz. 9. Ed. - Rio de Janeiro: FEB, 1979. Cap. 3, 8 e 11. Sugerimos leitura do item 173, de O Livro dos Médiuns
(4)    Idem Cap. 3, 8 e 11.

Exibições: 2384

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de Eva de Macêdo Silva em 10 setembro 2013 às 18:54

Concordo com o Sr. Antonio Carlos Menchon Felcar. O Sonambulismo também é estudado e pesquisado em nossos trabalhos espirituais na casa Hospital Espiritual Maria Claudia Martins. Essa faculdade de fato é pouco estudada e compreeendida pelo meio espírita em geral. Na verdade, os sonambulismo que a Ciencia material conhece e estuda, o qual as pessoas fazem coisas dormindo e até se prejudicam ou prejudicam outros em quanto no sono é o que chamamos de transe sonambulico obssessivo, provocado por uma serie de fatores. Mas a faculdade mediunica do Sonambulismo é algo muito puro e sempre vem acompanhada de mentores espirituais, pois o grau de compromisso e comprometimento com o trabalho mediunico é certo para o bem! Nossa mentora Maria Claudia Matins (espírito) e Dra Cristina Santos( epírito) já nos informou  em estudos aqui em nosso hospital espiritual que , futuramente os médiuns sonambulicos ajudarão a Ciencia material através das informações que trarão do mundo espiritual em termos relação entre os fatores espirituais que interferem nas doenças que surgem no nosso corpo físico, e a relação destas com o nosso estado vibratório. Isto porque estes médiuns sonambulicos vieram com a missão de transmitir as informações do mundo espiritual sem interferir na comunicação diretamente com o pensamento , como acontece algumas vezes com todos nós mediuns psicofonicos e psicograficos., de forma a trazer as noticias e o que vêem sem interferencia pessoal nas comunicações. Segundo a Mentora, ainda, esta será a mediunidade mais comum no futuro pois com o orgulho e a vaidade do homem da Terra interferindo nas comunicações sérias do Plano Superior, precisarão de médiuns mais confiaveis como esses médiuns e que possam transmitir aquilo que veem , ouvem e sentem diretamente do plano Espiritual para nós. Muita Paz!

 

Comentário de Antonio Carlos Menchon Felcar em 6 setembro 2013 às 17:52

O sonambulismo, como descrito por Kardec no Livro dos Mediuns, é um tipo de mediunidade, diante das inúmeras formas de manifestação. Kardec esclarece que se a moral do sonâmbulo é fraca ele pode se ligar a espiritos de mesmo nivel vibratorio, no transe sonambúlico e aí tragédias podem acontecer. Se a moral do médium é elevada ele poderá fazer curas e trabalhar por seu proprio progresso e o progresso da humanidade. Todo SONÂMBULO necessita de tratamento espiritual e modificação moral para não sofrer. O tratamento espiritual e  a escola mediúnica resolve, por completo, o problema. Temos um grupo que há sete anos vem tratando desses casos com pleno sucesso, desde que o Espírita praticante se torne verdadeiro discípulo de Jesus. Todos passam a ter uma vida tranquila porque o sonambulismo passa a ser utilizado para a ajuda dos necessitados em matéria e no espírito, dentro de um grupo de elevada moral e pleno amor Cristão, exercitando a mediunidade com segurança. Essa é a recomendação geral, uma vez que o assunto é bastante amplo e diversificado, mas plenamente solucionável.

Comentário de Keith Roberta Orlandi em 6 setembro 2013 às 15:04

Muito interessante, sou sonambula  e tenho muitas dúvidas a respeito...

Comentário de Walterdes de Brito Barbosa em 6 setembro 2013 às 0:47

E, quanto ao sonambulismo infantil? Quando esse fenômeno aflora na infância e depois desaparece?  O que comentar?

Comentário de Paulo Eduardo Kefalas Oliveira em 5 setembro 2013 às 19:09
Maravilhosa reflexão!!! Tenho me empenhado bastante aos estudos deste conteúdo!!! Foi muito bem vindo..."Não se cai uma folha da árvore, sem a vontade do pai Maior!" Paz de Cristo e que assim seja. Destaco: A importância de verbalizar o assunto!
Comentário de Aparecida Gabriel Silva Aranha em 5 setembro 2013 às 14:51

Realmente é necessário maiores esclarecimentos, estudos à respeito, já tive problemas com sonambulismo, só acordei quando me estatelei  do alto de uma escada, tive que fazer cirurgia  no joelho. Como durmo no andar de cima, fico preocupada com   portas abertas...

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog É Admissível o Aborto em caso de Estupro? de PATRIZIA GARDONA
"Legalização do aborto “o mais rápido possível” O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, disse que pretende fazer “sair o mais rápido possível” a…"
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Os Cinco Pilares da Doutrina Espírita de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
os pae postou um evento

CONVITE AOS AMIGOS DO PAE-TAGUATINGA-DF em QNM 40 ÁREA ESPECIAL NUMERO 2

16 novembro 2019 de 18 a 19
ontem
Angela Smanio curtiram o perfil de Adriano Moraes
ontem
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Cesar Fontes Gerhard
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ana Paula D Aquino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de José Maria Ramalho Pinto Júnior
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de katia maria brinco
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Robson Carlos Rocha Chicarino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Carmen Angela Guimarães Leal
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Marcelo Myrrha
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Neldalia Silva Fort Bastos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Elisangela Vargas da Silveira
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Maria Helena
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Olimpia Maria dos Santos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Conceição A. Fernandes dos Anjos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ane Elise de Freitas Farias
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço