Uma das chagas morais perversas mais dilaceradoras para o ser humano é sofrer a traição.

Todos nascemos e renascemos com a fatalidade de crescer em direção de Deus. Neste processo antropossociopsicológico, o sentimento de amor tem preponderância. Começa no instinto de preservação da vida e alonga-se, através da evolução, em amizade, afeto e amor. O ser adapta-se à ternura e à afetividade que lhe passam a constituir alimento vital, dando-lhe resistência para os enfrentamentos das vicissitudes.

De alguma forma, o fenômeno da fidelidade faz-se a base de sustentação do afeto. A ocorrência elastece-se na amplidão de todos os comportamentos, não havendo lugar para a infidelidade, a traição. A traição rebaixa o ser, mantendo-o em estágio egoico, sadista. Deve-se ter sempre em mente corresponder à confiança de que se sente objeto para lograr-se a construção de uma sociedade equilibrada.

Desejamos melhor expressar o nosso pensamento mediante um fato que muito nos sensibilizou. Era um casal americano do norte aparentemente feliz no casamento, no qual nascera um filho, então com 19 anos. Certo dia, antes do jantar, o marido disse à esposa que desejava divorciar-se. Informava que o casamento perdera o encanto, transformara-se numa fraternidade sem sentido.

Após a acalorada discussão que se seguiu, a senhora anuiu com duas condições: cederia o divórcio dentro de 30 dias, mas nesse período pedia-lhe que a carregasse pela manhã da alcova à sala. Tomado de surpresa, ele protestou, mas ela foi inamovível. Ele resolveu consultar a nova parceira, razão do divórcio, que zombou da vítima, sugerindo que se tratava de uma estratégia para mantê-lo. Depois de muito pensar, ele resolveu aquiescer.

No primeiro dia, muito constrangido, atendeu-a, assim como nos dias sucessivos. O filho, que de nada sabia, comovia-se ao observar a cena. À medida que se passaram os dias, ela vestia-se com cuidado e no 25º usou o perfume que utilizara nas bodas. Lentamente ele se apercebera que a amava e que ela parecia muito magra. Por fim, antes do prazo, ele resolveu homenageá-la com rosas.

Adquiriu-as e levou-as. Chegou ao lar, dirigiu-se à alcova em suave claridade e acercou-se do leito em que ela estava deitada, ao tentar entregar-lhe as rosas, notou-a morta. Presa ao vestido estava uma carta que ele abriu e leu.

Ela explicava que lhe pedira 30 dias, porque naquela tarde passada, estivera no oncologista e após cuidadoso exame o médico dissera-lhe que ela estava com um câncer e teria, no máximo, 30 dias de vida. O seu estratagema era para que não parecesse que fora o divórcio que a matara. E, por amá-lo muito, nada dissera, somente fizera aquele pedido como justificativa...

Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 15-12-2016.

 

Divaldo Franco

Exibições: 265

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Sonia Maria Ferrero é agora um membro de RAE
11 minutos atrás
Ícone do perfil via Twitter
Aceitar para se transformar - Evangelho na Rede com Elisabete Azevedo https://t.co/6NZZ5yGmBA
Twitter13 minutos atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Carnaval. Bom, Bonito e Barato. Valores São Caros.": https://t.co/2mCrrJMzIi
Twitter35 minutos atrás · Responder · Retweet
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“A Educação dos Sentimentos”, com Luiz Pretti Leal ao vivo pela RAETV em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

24 fevereiro 2019 de 9 a 10:15
58 minutos atrás
Posts no blog por LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
1 hora atrás
Goliveira Goncalves curtiram a discussão Não estais a sós, ninguém está abandonado (Mensagem ditada pelo Espírito Adolfo Bezerra de Menezes em 13/09/2015) de Amigo Espírita
1 hora atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
2 horas atrás
Raul Barroquelo respondeu à discussão Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei) de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
9 horas atrás
Codificador do Paracleto compartilhou o post do blog deles em Facebook
11 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen) de Codificador do Paracleto
11 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Entre a Terra e o Céu" #16 - Cap 19 “Dor e surpresa” - Mauro Guimarães https://t.co/a5z7uZWeCa
Twitter12 horas atrás · Responder · Retweet
Almari Airton Della Santa e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
12 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Porque não temos notícias dos nossos parentes que partiram? de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
12 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O maior conselho de Chico Xavier de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
12 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"DISSERTAÇÕES DE ALÉM-TÚMULO.": https://t.co/xi8uosNYhF
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
13 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"ORAÇÃO NOSSA - Chico Xavier" : https://t.co/Pzv6ZzG9WL
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
sandra cristina alves de araujo curtiu a postagem no blog PERDÃO E LIBERDADE - pelo espírito Emmanuel de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
17 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"PERDÃO E LIBERDADE - pelo espírito Emmanuel" : https://t.co/RJYS09Bgrs
Twitter18 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen)": https://t.co/U41s0outs7
Twitter18 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço