Lendo uma historinha ...

Certo homem era marceneiro de profissão e possuía extraordinária facilidade para trabalhar com madeira. Era um verdadeiro mestre em seu ofício e todos admiravam seus trabalhos.
Esse homem tinha um sonho.
Desejava esculpir na madeira uma imagem de Jesus, a quem ele amava profundamente, em tamanho natural.
Conversando com um amigo, o marceneiro falou do sonho que acalentava em seu íntimo e o companheiro o incentivou:
— Então por que você não começa? Com seu talento e habilidade nas mãos, tenho certeza que a escultura será uma obra prima!
Ao que o marceneiro respondeu:     
— Ah! Meu amigo! Desejo não me falta. Contudo, o trabalho deverá ser perfeito e ainda não resolvi qual a madeira que irei utilizar. Sempre em dúvida, o artesão deixava o tempo passar. Uma madeira porque era muito rija; a outra porque não era resistente o suficiente; outra era macia e de fácil manejo, porém a tonalidade não o agradava.
E assim o tempo foi passando e o marceneiro não se dava conta.
Alguns anos depois reencontrou o amigo que tinha retornado à cidade e, curioso, perguntou sobre a obra.
— Já resolvi o tipo de madeira que irei trabalhar. Entretanto, ainda não iniciei porque não estou nas minhas melhores condições íntimas. Creio que para esculpir a figura do Mestre preciso estar bem comigo mesmo e com o mundo. Sabe como é, os fregueses exigem muito da minha atenção e, não raro me irrito, perdendo a paciência. Além disso, não podendo dispensar o serviço da marcenaria, onde ganho o sustento para minha família, só posso dedicar-me ao sonho acalentado pela minha alma nos momentos de folga. E aí, grande parte das vezes, eu sinto-me exausto e sonolento. Contudo — completava tentando aparentar entusiasmo —, pretendo começar minha obra prima dentro em breve.
Algum tempo depois, voltaram a se encontrar e, questionado pelo amigo que demonstrava interesse pelo assunto, o artesão argumentava:
— Infelizmente, ainda não iniciei o trabalho porque as condições não permitem. A família exige muito da minha atenção e os filhos requisitam meus carinhos. Você compreende, ainda são pequenos e dependentes. Porém, quando que eles crescerem um pouco mais, poderei trabalhar em paz.
E assim o tempo foi passando. Muitos anos depois, em visita à cidade, o amigo foi procurar o marceneiro. Encontrou-o velho e doente.
Após os cumprimentos e a troca de notícias, felizes com o reencontro, o visitante interrogou, curioso:
— E daí? Estou ansioso para ver o trabalho que você tanto desejava executar. Com certeza deve ter ficado soberbo!
Os olhos do artesão se apagaram e uma tristeza infinita vibrou em sua voz já trêmula pela idade:
— Ah, meu amigo! Infelizmente, nem cheguei a iniciar o trabalho que representava o sonho de toda uma vida. As dificuldades foram muito grandes e a necessidade de prover o sustento da família me absorveu. Agora, encontro-me doente e sem forças. A vista está fraca e já não enxergo mais como antes, e as mãos, trêmulas, não me permitem mais trabalhar.
Penalizado, o visitante amigo viu-o puxar um lenço e enxugar uma lágrima, cheio de arrependimento e amargura.
— É tarde, meu amigo. Tive todas as condições e não soube aproveitar. Perdi a oportunidade que o Senhor me concedeu.
Tentando animá-lo, o visitante considerou:
— Quem sabe? Não desanime. Talvez ainda seja possível.
O marceneiro fitou o amigo, demonstrando que compreendia toda a extensão da sua inutilidade e da sua cegueira, e respondeu convicto:
— Não agora; só se for em outra existência.

                                                            TIA CÉLIA

Fonte: O Consolador - Revista Semanal de Divulgação Espírita
Autora: Célia Xavier Camargo

Exibições: 268

Respostas a este tópico

Estamos desenvolvendo um trabalho no Centro onde colaboro como evangelizador sobre as oportunidades encarnatórias. Apresentamos a parábola dos talentos, fizemos uma pesquisa envolvendo os frequentadores sobre os talentos e escrevemos uma continuação para o servo que perde seu talento. Uma bela história de superação.
A partir daí começamos a pensar sobre oportunidades, progresso e felicidade e o conceito da reencarnação surgiu como recebimento de talentos para construirmos algo. Esta história nos ajudará muito no desenvolvimento do trabalho.
Obrigado

OLÁ MEU QUERIDO AMIGO GUILHERME,É SEMPRE BOM SABER QUE POSTAGENS COMO ESSA AJUDA OS NOSSOS IRMÃOS DE JORNADA.... OBRIGADA MEU AMIGO PELO SEU COMENTÁRIO....

ACEITE ESSAS FLORES EM SINAL DA MINHA AMIZADE......

RSS

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

virgilio knupp curtiu o vídeo de Beto Ramos
20 minutos atrás
Rosa Freaza curtiu o vídeo de André Sobreiro
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/Nu6jU7Q9tk"Viver o Espírito do Espiritismo" - Programa Momento Espírita com
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilMaria Jose de oliveira, Anderson Costa de Araujo, regina aparecida gonçalves e mais 1 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
"::: ELUCIDAÇÕES COMPLEMENTARES DE ANDRÉ LUIZ :::" : https://t.co/EQNflsDja4
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
"MOCIDADE E VELHICE" : https://t.co/FaYMNF2N34
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
NEUZA MARTINS DE OLIVEIRA compartilhou a discussão de Amigo Espírita em Facebook
4 horas atrás
Iracy de Souza Campos Filho comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
7 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/tBPz5KxFay
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/NHXGn0k1Wb
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/GFrPFg8ZTl
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Joao Barbosa do Nascimento e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
13 horas atrás
Iracy de Souza Campos Filho comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
19 horas atrás
Marcelo Pimentel respondeu à discussão PSICOGRAFIA DIGITADA - O que você acha sobre isso? de Marcelo Pimentel
20 horas atrás
Rose Moliterno curtiu a postagem no blog Quando nós mesmos somos os obsessores? de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
21 horas atrás
Anderson Costa de Araujo curtiu a postagem no blog O suicida do trem de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
22 horas atrás
Anderson Costa de Araujo curtiu a postagem no blog PORQUE O ESPÍRITO FICA VAGANDO de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
22 horas atrás
Anderson Costa de Araujo curtiu a postagem no blog NÃO SE MATE, VOCÊ NÃO MORRE! de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
22 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Gloewen
22 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço