Importante diálogo é descrito entre à página 155, no livro "No final da Última Hora" de Lúcius/ André Luiz Ruiz, capítulo "Os Espíritas", entre trabalhadores espirituais que tentam alertar as Casas Espíritas sobre a delicadeza do momento da Transição Planetária:

- Sabe, Ribeiro, estamos muito aflitos. Com exceção desta instituição que você dirige em sintonia com os ideais superiores e de mais umas duas ou trés aqui nesta cidade, não temos encontrado ambiente favorável entre os espíritas, para a multiplicação do chamamento - falou Jerônimo. 

- Entendo o que dizem, meus amigos. Nossa realidade espiritual não os empolga. Já observamos esse comportamento em muitos de nossos queridos irmãos. Todos nós somos provenientes de outros caminhos religiosos nas muitas vidas já vividas, quando viciamos a crença nos modelos da inoperância e da preguiça. Então, mesmo depois que aceitam o trabalho espírita nesta jornada, no fundo anseiam por um cargo, por um posto onde se assentem e permaneçam na mesmice, sem empenho profundo na transformação. 

Tais dirigentes espiritas se assemelham ao capitão de um navio que, naufragando, em vez de avisar os passageiros de que tudo vai afundar, mantém o cassino funcionando para tudo parecer normal, manda a orquestra tocar mais alto para esconder os ruídos do afundamento, não espalha salva vidas nem ordena que se baixem os botes salva vidas a fim de que não se levantem suspeitas da tragédia em andamento. Desse modo, não previnem os passageiros para a tormenta que os aguarda e contra a qual poderiam estar bem mais preparados. 

Os trabalhadores espritas são como a tripulação desse navio que, não podendo afrontar o capitão, tem que obedecer às suas ordens. Quando muito poderiam comentar em sigilo a alguns íntimos sobre o naufrágio, com o compromisso que o capitão não venha a saber ou desconfiar de que suas regras estão sendo quebradas.

Por incrível que pareça, capitão e tripulação estão avisados de que o navio está indo para o fundo.

O trecho nos fala da tremenda responsabilidade daquele que muito sabe, de quem, já se disse, muito será cobrado. Sem alarmismo paralisante, mas com claro sentido de urgência, temos todos o claro dever de chamar aqueles que nos rodeiam para a clara responsabilidade do momento vivido, um dos grandes divisores de águas a ser lembrado por muito tempo, de uma forma amarga ou feliz, de acordo com as decisões que tomarmos. 

 

 

Exibições: 1443

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"DEPOIS DA MORTE Em 1965, Yvonne Pereira diz que “o Evangelho é imortal, uma vez que sempre existirão cérebros e corações necessitados de renovação." Ela fala também sobre “uma…"
ontem
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
segunda-feira
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
segunda-feira
Helena Padilha de Meneses curtiram o perfil de Helena Padilha de Meneses
segunda-feira
Ícone do perfilNilton Cardoso deu um presente para José Ricardo Fernandes
domingo
Nilton Cardoso e José Ricardo Fernandes agora são amigos
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Hanseníase. Você o conhece? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"  N.F.P, 23, noiva, não consegue sentir mais os pés, (...) e sua sensibilidade totalmente debilitada. Ela tem hanseníase, doença mais conhecida como lepra. Sua primeira atitude foi querer se suicidar, mas agora,…"
sábado
José Ricardo Fernandes curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
sexta-feira
José Ricardo Fernandes curtiram o perfil de Nilton Cardoso
sexta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog TEORIA E PRÁTICA. O QUE É BOM FAZER de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
2 Jul
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog "Especial de Natal" é Repudiado. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" A atriz Paris Jackson deve interpretar Jesus como uma mulher lésbica no próximo filme. https://observatoriodemusica.uol.com.br/noticia/filha-de-michael-jackson-vai-interpretar-jesus-em-filme-com-artista-que-fez-porno No Brasil…"
1 Jul
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Empoderamento da Mulher. O Exemplo de Norberta de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"NASA renomeia sua sede em homenagem à engenheira Mary W. Jackson A primeira engenheira negra da agência espacial norte-americana trabalhou na construção do túnel de pressão supersônico, que…"
1 Jul

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço