Carnaval - não há outra disposição que não seja o da abstinência espontânea do folguedo (Jorge Hessen)

Não fossem os excessos de toda ordem, o carnaval, como festa de manifestação sociocultural, poderia se tornar um evento como outro qualquer. Há pessoas que buscam fazer da “festa” uma ocasião de perspectiva econômica, oportunizando empregos, abrigando menores, e isso talvez tenha lá o seu valor social. Todavia, a bem da verdade, a relação de custo-benefício do saldo da homenagem a Momo se resume em três palavras: violência, ilusão e sensualidade.

A rigor, o que o carnaval proporciona ao Espírito? Alegria? Divertimento? Cultura? É de se perguntar: será que vale a pena pagar preço tão elevado por uns dias de insano delírio coletivo? 

Muitos histéricos adoradores de Momo destroem as finanças familiares para degustar a atração efêmera de curtir três dias de completa demência. Marmanjos e donzelas se abandonam nas emboscadas viscosas das drogas lícitas e ilícitas.

Malfeitores das escuridões extrafísicas se conectam aos apatetados fantasiados pelos invisíveis hipnotizadores dos nevoeiros umbralinos, em face dos entulhos lascivos que semeiam no mundo mental. O Espírito Emmanuel avisa: “Ao lado dos mascarados da pseudo-alegria, passam os leprosos, os cegos, as crianças abandonadas, as mães aflitas e sofredoras. (…) Enquanto há miseráveis que estendem as mãos súplices, cheios de necessidades e de fome, sobram as fartas contribuições para que os salões se enfeitem.” [1]

Pactos lúgubres são preparados no além-tumba e levados a efeito nessas ocasiões em que Momo domina voraz sobre as pessoas que se consentem desmoronar na festa assombrosa. Os três dias de folia, assim, poderão se transformar em três séculos de penosas reparações.

A princípio, o Espiritismo não estimula nem recrimina o Carnaval e respeita todos os sentimentos humanos. Porém, será que a farra carnavalesca, vista como uma manifestação popular, consegue satisfazer os caprichos da carne sem deteriorar o espírito?  Será lícito confundir “diversão” passageira com alegria essencial?

Os cínicos foliões declaram que o carnaval é um extravasador de tensões, “liberando as energias”… Entretanto, no carnaval não são serenadas as taxas de agressividade e as neuroses. O que se observa é um somatório da bestialidade urbana e de desventura doméstica.

Aparecem após os funestos três dias momescos as gravidezes indesejadas e a consequente proliferação de abortos, incidem acidentes automobilísticos, ampliação da criminalidade, estupros, suicídios, aumento do consumo de várias substâncias estupefacientes e de alcoólicos, assim como o aparecimento de novos viciados, dispersão das moléstias sexualmente transmissíveis (inclusive a AIDS) e as chagas morais, assinalando, densamente, certas almas desavisadas e imprevidentes.

Não vemos, por fim, outro caminho que não seja o da “abstinência espontânea dos folguedos”, do controle das sensações e dos instintos, da canalização das energias, empregando o tempo de feriado do carnaval para a descoberta de si mesmo; o entrosamento com os familiares, o aprendizado através de livros e filmes instrutivos ou pela frequência a reuniões espíritas, eventos educacionais, culturais ou mesmo o descanso, já que o ritmo frenético do dia a dia exige, cada vez mais, preparo e estrutura físico-psicológica para os embates pela sobrevivência.

 

Referência bibliográfica:

[1]            XAVIER , Francisco Cândido. Sobre o Carnaval, mensagem ditada pelo Espírito Emmanuel, fonte: Revista Reformador, Publicação da FEB fevereiro/1987

Exibições: 359

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de André Goes em 5 março 2020 às 14:45

Jesus providenciou talhas de vinho para comemoração das bodas e comemorava a páscoa.
Viva a Vida, Viva a VIDA!!!!!

Comentário de Carlus Martel em 23 fevereiro 2020 às 23:18

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Monica lucio curtiu a postagem no blog AMAS O BASTANTE/ de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
5 horas atrás
Monica lucio curtiu a postagem no blog Vai, e não Peques mais! de PATRIZIA GARDONA
5 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Downloads

Grupo para downloads de material EspíritaVer mais...
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan curtiram o evento Downloads de Amigo Espírita
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan curtiram o evento Joanna de Ângelis e Divaldo Franco de Amigo Espírita
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan entrou no grupo de Adriana Horta
Miniatura

Psicologia Transpessoal na Visão Espírita

A quarta força nos propiciando o real desejo de renovação através das sublimes palavras da Veneranda Joanna de Ângelis e do Apóstolo Divaldo Franco. Bem Vindos!
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan curtiram o evento Psicologia Transpessoal na Visão Espírita de Adriana Horta
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan entrou no grupo de The Spiritist Psychological Soci
Miniatura

Jornal de Estudos Psicológicos

Aborda o pensamento espírita, no seu aspecto tríplice,bem como, sua aplicabilidade na vida diária.Objetiva a divulgação do Espiritismo, colaborando para a iluminação das consciências, visando o Ser integral.Ver mais...
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan curtiram o evento Jornal de Estudos Psicológicos de The Spiritist Psychological Soci
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Autodescobrimento: Uma busca interior

Grupo destinado a publicações referente ao estudo semanal realizado na Sala de Conferência "Estudando Espiritismo" através do Hangout.Acompanhe sempre nas terças-feiras, das 18:50 às 19:55 hs com o psicólogo e expositor: Vitor Antenore Rossi,…Ver mais...
7 horas atrás
Issarrar Ben Kanaan curtiram o evento Autodescobrimento: Uma busca interior de Amigo Espírita
7 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço